quarta-feira, 14 de junho de 2017

EMEI Santo Expedito – Movimento de Mães e Avós vai ao MP de Contas

Foto Elisamar Rodrigues
Na segunda-feira -19 de Junho, a partir das 14h, será votada a Moção de solidariedade as mães e avós da EMEI Santo Expedito, de iniciativa da vereadora Sofia Cavedon (PT).

Representação no Ministério Público de Contas do RS (MPC) entregue na manhã desta segunda-feira (12) foi a mais recente ação realizada pelo movimento de mães e avós de crianças que já deveriam estar sendo atendidas na EMEI Santo Expedito, inaugurada em dezembro do ano passado, mas que permanece até o momento atendendo parcialmente.

A audiência, intermediada pela vereadora Sofia Cavedon, que está no apoio ao movimento, foi com o procurador-geral do Ministério Público de Contas (MPC), Dr. Geraldo Costa da Camino. No documento que apresenta a preocupação com a atual situação da escola, é solicitado ao MPC que averigue a aplicação dos recursos públicos investidos e que não estão cumprindo a função social a que eram destinados.

Foto Leonardo Contursi/CMPA
Sofia disse no encontro, e também falou na tribuna da sessão plenária, que busca apoio em todos os órgãos que garantem o direito a infância e a educação para que a instituição tenha plenitude de trabalho e atendimento. "Não podemos aceitar desmonte. Sempre se trabalha com menos do que se pode, mas reduzir ainda mais por falta de prioridade é inaceitável", afirmou.

Para a vereadora “não é possível que o governo municipal continue gastando recurso com ensino superior, enquanto uma escola infantil segue vazia”, lamentou. Sofia critica a Secretaria da Educação por não conseguir prover uma escola para atender crianças em uma região carente e violenta. A falta de alimentos, infraestrutura e professores também foram apontados.

Geraldo Da Camino informou que irá contatar a Promotora de Justiça Dra. Danielle Bolzan Teixeira, do Ministério Público Estadual, onde as mães estiveram na semana que passou, para dar encaminhamento ao processo.

Assista aqui a reportagem do SBT 
Pais sofrem com falta de vagas em escolas do Bairro Rubem Berta
 veiculada no dia 14 de jun de 2017.


Foto Arquivo
EMEI Santo Expedito

Inaugurada em dezembro do ao passado, a escola possui capacidade para atender 171 crianças, entre 0 e 5 anos e 11 meses, em turno integral. O Jardim de Infância está funcionando em horário reduzido, uma turma no turno da manhã e duas turmas das 8h às 17h, quando a previsão seria do funcionamento das 7h às 19h. Também para o funcionamento pleno a instituição precisa de 04 professores de 20 horas ou 02 professores de 40h, e mais 24 monitores, para atender 03 turmas de Jardim, 03 turmas de Maternal e 02 turmas de Berçários. Foram investidos R$ 1.497 milhão com recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação e da Prefeitura.

Veja também: ‘Completinha’ mas sem professores, creche deixa mais de 100 crianças sem aulas em Porto Alegre

EMEI Santo Expedito – Mães e Avós vão ao MP e relatam transtornos com a situação da Escola