sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Câmara retoma trabalhos na terça-feira

Foto Vicente Carcuchinski/CMPA
A Câmara Municipal de Porto Alegre retoma, na terça-feira (3/2), suas atividades ordinárias para o ano parlamentar de 2015. Neste ano, a Casa tem como presidente o vereador Mauro Pinheiro (PT). A volta do recesso de verão será marcada pelas primeiras reuniões das comissões permanentes da Casa na terça-feira.

As Comissões de Constituição e Justiça (CCJ), de Saúde e Meio Ambiente (Cosmam), de Economia, Finanças, Orçamento e do Mercosul (Cefor) e de Educação, Cultura, Esportes e da Juventude (Cece) farão reuniões internas para discutir a organização dos trabalhos a serem desenvolvidos ao longo do ano. Já as Comissões de Defesa do Consumidor, Direitos Humanos e Segurança Urbana (Cedecondh) e de Urbanização, Transportes e Habitação (Cuthab) farão reunião conjunta para debater, às 14h30min, na sala 302, o tema "Moradia e Áreas Especiais de Interesse Social (AEIS)".

Foto Cristiane Moreira/CMPA
As sessões ordinárias serão retomadas na quarta-feira (4/2), no Plenário Otávio Rocha, a partir das 14 horas. As reuniões – realizadas nas segundas, quartas e quintas-feiras, sempre às 14h – são abertas ao público e podem ser assistidas ao vivo também pela TV Câmara - no canal 16 da NET (às segundas e quintas), pelo canal digital aberto 61.4 e ainda pela internet, em www.camarapoa.rs.gov.br. Nas terças-feiras, há reuniões das seis comissões permanentes.

Durante o recesso legislativo de verão, com início em 23 de dezembro e término no dia 31 de janeiro, foram realizadas reuniões da Comissão Representativa, nas quartas e quintas-feiras pela manhã. A Câmara Municipal de Porto Alegre tem sua sede no Palácio Aloísio Filho, Avenida Loureiro da Silva, 255.

Conheça aqui a composição da Mesa Diretora e Comissões para 2015.

Fonte: Portal da CMPA.

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Sofia recebe Bombeiros Civis

Foto Divulgação Gabinete
Entre as últimas agendas antes da parada para descanso e reciclagem nesta última semana de janeiro, a vereadora Sofia Cavedon (PT) recebeu os bombeiros civis, Ildo Mussnich Britto, Reginaldo Caetano da Silva Cavalheiro e Gerson do Nascimento, que trabalham para o reconhecimento de seu papel, já previsto na Legislação Federal, em especial para atuação preventiva na iniciativa privada. 

No encontro Sofia apresentou o projeto de lei de sua autoria, que tramita na Câmara Municipal, sobre segurança de eventos privados. “Vamos estabelecer uma parceria para evoluir na causa”, afirmou a parlamentar.

Em seus objetivos estratégicos, os bombeiros civis reivindicam maior organização da classe e aprovação de uma Lei Estadual que já tramita na Assembleia Legislativa do RS.

quarta-feira, 21 de janeiro de 2015

Sofia faz balanço das atividades da CECE no Jornal da Câmara

Foto Leonardo Contursi/CMPA
A vereadora Sofia Cavedon (PT), vice-presidente da Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Juventude (CECE), foi a entrevistada do Jornal da Câmara, da TV Câmara, que realiza uma série de entrevistas com os presidentes das Comissões Permanentes da Câmara Municipal em 2014.

A TV Câmara recebeu os parlamentares para realizar uma avaliação do trabalho consumado ao longo do ano passado.

Após a entrevista, a vereadora Sofia afirmou: Quando se faz balanço é que se vê o quanto se trabalha! Muitas dessas pautas prosseguirão em 2015 e outras tantas estão vindo.

Balanço do trabalho da Comissão de Educação, Cultura, Esportes e Juventude em 2014, por Sofia Cavedon:

Na primeira pauta do ano a interdição do Complexo Cultural do Porto Seco. Foi realizada uma vistoria no dia 18/02/14 para analisar as condições de segurança do local para a realização do Carnaval 2014. Durante a vistoria, constatou-se que as arquibancadas ainda não estavam prontas e que havia reclamações recorrentes quanto à estrutura do local. No mês de fevereiro, 80% das obras provisórias estavam prontas. A expectativa era de que metade das arquibancadas ficassem prontas até o ano de 2015.

Reclamação da Rede Municipal de Educação sobre a Cooperativa Cootrario. Dentre as reclamações estão salários atrasados, não pagamento de férias, atraso no pagamento do INSS e não fornecimento de uniformes que deveriam ser pagos pela Cootrario.

Avaliação do projeto turístico Caminhos Rurais, com visita a sítios de produção agroecológica. Debate do projeto prevê a volta da Zona Rural de Porto Alegre. A Zona foi extinta em 1999 passando a ser considerada rururbana, fazendo com que as pessoas paguem IPTU e não ITR. A denominação de zona rural serviria também como forma de conter a especulação imobiliária, garantir a preservação da natureza e incentivar o turismo no local.

Debate sobre valorização da carreira dos Monitores de Escolas Infantis da Capital, da mudança para o padrão 7 conquistada em emenda e vetada pelo prefeito.

Reclamação do Conselho Municipal de Cultura sobre o descaso da Secretaria Municipal de Cultura, encaminhamento junto ao Tribunal de Contas e MP e pressão para envio do Plano Municipal de Cultura que chegou a Casa no segundo semestre e precisa de adequações, pois não representa o debate realizado nas Conferências de Cultura.

Debate sobre espaços para realização de esportes universitários. Estudantes da UFRGS reinvindicam um local apropriado para a prática de esportes.

Vistoria de obra na Escola Municipal de Educação Infantil Maria Marques Fernandes. A obra causava transtornos para os servidores prejudicando o atendimento às 120 crianças matriculadas na instituição, que fica na Lomba do Pinheiro.

Debate sobre videomonitoramento nas escolas de educação infantil da rede particular. Projeto foi retirado de pauta para busca de acordo sobre a proposta.

Debate sobre projeto de lei que disciplina a instalação e a retirada de obras de arte colocadas em locais públicos da cidade.

Reivindicação de melhorias nas condições de trabalho dos músicos da Banda Municipal.

Reuniões com Conselhos Escolares descentralizadas em quatro regiões da cidade sobre falta de pessoal e de segurança nas escolas municipais e Audiência Pública que reuniu o conjunto dos educadores e encaminhou novamente a necessidade de concurso para guarda municipal e provimento das escolas.

Defesa da permanência da Escola Porto Alegre, Audiência Pública das Comissões, GT de trabalho entre CECE, Cedecon, escola, governo e movimentos e conquista de mais seis meses de funcionamento e avaliação.

Encaminhada formação de Comissão Especial para tratar do tema da situação de rua e educação

Falta de monitores na rede municipal, de suporte para a inclusão de crianças com deficiência. Visita e debate na Escola Municipal Wenceslau Fontoura.

Realização do Primeiro Seminário da Educação Infantil da Rede Conveniada, com a presença de 300 educadores em diálogo com o Fórum dos Direitos da Criança e do Adolescente e elaboração da I Carta da Educação Infantil de Porto Alegre.

Assista a entrevista:

 

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

Sofia irá homenagear a Fundação Ecarta

Foto Divulgação Gabinete
A vereadora Sofia Cavedon (PT) recebeu nesta terça-feira (20/01) o diretor de Comunicação Social do Sinpro/RS, Marcos Fuhr, quando trataram da Fundação Ecarta, que este ano completará 10 anos de fomento cultural e de mobilização dos educadores e educadoras para seu crescimento profissional e pessoal.

Sofia irá homenagear a entidade com o objetivo de fortalecer a luta pela educação, através da valorização dos trabalhadores da área e da interlocução da educação com a cultura.

Ligada ao Sinpro/RS a Fundação Cultural e Assistencial Ecarta tem como prioridade os professores das Instituições privadas, mas tornou-se um Centro Cultural para Porto Alegre e região, destaca a parlamentar.

A Fundação 

Foto Tania Meinerz
A Fundação Cultural e Assistencial Ecarta é uma entidade instituída pelo Sindicato dos Professores do Ensino Privado do RS (Sinpro/RS). Sua fundação ocorreu no VI Congresso Estadual dos Professores do Ensino Privado – CEPEP – em outubro de 2003, ocasião em que foram aprovados o seu estatuto, o primeiro Conselho Curador e a dotação financeira.

O início efetivo das atividades da fundação deu-se, no entanto, com a inauguração de sua sede na Avenida João Pessoa, 943, em Porto Alegre, no dia 29 de abril de 2005. Nessa oportunidade foi inaugurado o primeiro projeto cultural, a Galeria de Arte, considerada como âncora da instituição.

A Fundação Ecarta é um presente dos professores do ensino privado do RS a toda a sociedade gaúcha. Seu nome, ECARTA, foi construído pelas iniciais das atividades que pretende desenvolver: Educação, Cultura, Arte, Recreação, Tecnologia e Assistência.

Em Porto Alegre, a Fundação Ecarta, localizada na Av. João Pessoa, 943, pretende ter uma profunda ligação com o conjunto do patrimônio sócio-cultural do seu entorno onde se destaca o Parque Farroupilha, o Brique da Redenção e o Bairro Cidade Baixa, irradiando a partir da sede sua atuação para todo o Rio Grande do Sul, uma vez que a instituição pretende ter no conjunto do estado sua espera de atuação.

Fonte: Site da Fundação Ecarta.

quarta-feira, 14 de janeiro de 2015

Femaçã 2015 – Sofia apoia o evento

Foto Divulgação Gabinete
Nesta quarta-feira (14/01), Sofia Cavedon, vereadora do PT de Porto Alegre, recebeu o presidente da Femaçã 2015, Leocride Bataglion; o vice-prefeito de Veranópolis, Paulo Parise Maragno; e Secretários do município.

Na pauta a Festa Nacional da Maçã que acontece de 10 a 12 e de 17 a 21 de abril em Veranópolis

Para Sofia é uma alegria poder apoiar a minha terra natal nesse evento, que reúne a cultura, a gastronomia e o fomento econômico. “Do patrocínio de nossos bancos até convite à presidenta Dilma, desafios colocados, compromissos retomados”, afirma a parlamentar.

Visite o site da Femaçã 2015 (Festa Nacional da Maçã) – Veranópolis.

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Pedagogia em Educação Popular

Foto Divulgação Gabinete
A vereadora Sofia Cavedon (PT), que desde 2000 articula, incentiva e propõe iniciativas junto as universidades para a realização do curso de Pedagogia com Ênfase em Educação Popular, está animada já no inicio de 2015, com a possibilidade da reedição da proposta, desta vez na Faculdade de Educação da Ufrgs (Faced).

Conforme a parlamentar, em reunião, na terça-feira (06/1), com a diretora Faced/Ufrgs, professora Simone Valdete dos Santos, e com a professora Fabiana de Amorim Marcello, da equipe de Educação Infantil, ela apresentou a demanda da formação em Pedagogia para as educadoras que atuam nas Instituições de Educação Infantil conveniadas pela prefeitura de Porto Alegre.

Sofia informa que já em março, serão abertas três vagas no Curso Pedagogia em EAD (Educação a Distância). Segundo a vereadora a direção também mostrou interesse da Faculdade assumindo o compromisso de construir um projeto específico para as educadoras populares durante o ano de 2015.
Também participou do encontro o Frei Luciano Bruxel, do Fórum dos Direitos da Criança e do Adolescente, que mais uma vez comporá o processo de construção de acesso à universidade como foi com a PUC, UERGS e com o IPA, experiências limitadas pela dificuldade de financiamento, esclarece Sofia.

Veja também:
Pedagogia com Ênfase em Educação Popular

segunda-feira, 5 de janeiro de 2015

Mauro Pinheiro é o presidente da Câmara de Porto Alegre

Foto Ederson Nunes/CMPA
Nesta segunda-feira (05/01), o vereador Mauro Pinheiro (PT), tomou posse na presidência da Câmara Municipal de Porto Alegre, representando a Bancada Petista na Casa.

Conforme a vereadora Sofia Cavedon (PT), o companheiro Mauro Pinheiro carrega o desafio de mostrar que a democracia pode ampliar os direitos. “Lembro a minha emoção em 2011 quando representei a Bancada nesse importante lugar de exercício da democracia. Vamos apostar mais uma vez no empoderamento popular para construir direitos”, declarou a parlamentar.
Foto Leonardo Contursi/CMPA

Ao assumir a Presidência da Câmara Municipal de Porto Alegre, o vereador Mauro Pinheiro (PT) apresentou suas principais metas de atuação no cargo. A principal delas é a constituição de um Parlamento Metropolitano da Grande Porto Alegre, que deverá ser um fórum, composto pelas Câmaras Municipais da Região Metropolitana, para proporcionar a cooperação e buscar a resolução de problemas comuns dos municípios.

Leia aqui a íntegra do seu discurso.

As propostas de Sartori: Extinção da Secretaria de Políticas para Mulheres

Foto Alina Souza/Sul21
Conforme a vereadora Sofia Cavedon (PT-PoA), 2015 começou com perdas, “mostrando ao que veio o candidato que não tinha propostas: Sartori extinguiu a Secretaria de Políticas para Mulheres”.

Mesmo com os Movimentos Feministas lotando as galerias da Assembleia Legislativa, na tentativa de convencer os deputados a não acabar com a Secretaria de Políticas para Mulheres, ela foi extinta, lamenta a vereadora.

Sofia lembra que ao longo dos quatro anos de operação no governo Tarso, o órgão articulou políticas públicas que resultaram na redução, em 32%, do número de feminicídios no estado, na qualificação profissional de mulheres e na organização das patrulhas para cumprimento da Lei Maria da Penha

Ao longo da sessão, os parlamentares do PT e do PCdoB tentaram aprovar emendas que asseguravam a permanência da Secretaria de Políticas para as Mulheres, mas foram derrotados pelos aliados de Sartori.

Pelo projeto aprovado, fica estabelecida a extinção da SPM e a “incorporação de sua estrutura, acervo, documentação, contratos, convênios, outras avenças e obrigações pela Secretaria de Justiça e Direitos Humanos”.