terça-feira, 31 de dezembro de 2013

Em 2014, Mais amor, por favor!

Em 2013
aconteceu o impensável:

o povo foi pra rua
arrastado pela força da juventude
assustou os políticos,
o cinismo
o capitalismo.

A poesia foi pra rua
“mais amor, por favor”
“nenhuma árvore a menos”
“bicicleta: um carro a menos”
“mais amor, menos motor”

Nosso mandato  lutou bravamente
pelos direitos,
pelos pequenos
contra a especulação, a acumulação
o clientelismo.

Com a força do Movimento
tornamos Lei o direito de morar
e a preservação ambiental e cultural
do Morro Santa Tereza
colocamos as Creches no Fundeb,
apesar dos vetos do Sr prefeito!
Vetos a nossa lei que barrou o direito
a 30 dias de férias dos cooperativados!
Veto -  de novo! - a nossa lei
que garantia brinquedos adaptados
para crianças com deficiência!

Vitoriosos no direito à inscrição
como família
para casais homossexuais
obterem moradia.
Derrotados na lei que
fortalecia as livrarias
- triste dia em que a maioria
optou pela voracidade das editoras
de didáticos – de São Paulo!
Fortalecidos com a lei do artista popular
que volta a ocupar o espaço público
fomos
incomodativos,
incansáveis!
Queremos o Araújo Vianna
no interesse público
- o direito
à alegria pública!
Queremos
as contrapartidas sociais das obras,
a escola,
o verde
a pessoa
acima dos negócios!

“Achar
a porta que esqueceram de fechar.
O beco com saída.
A porta sem chave.
A vida.”
poetizou
Leminski

Se não acharmos,
a faremos,
nós mesmos
por
Nossas Escolhas!

Sofia Cavedon