sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Na rua com Sofia...

Simpa promoveu debate entre os candidatos à Prefeitura

Foto Divulgação Simpa
No encontro com os municipários, em debate entre os candidatos à prefeitura promovido pelo Simpa, o Fórum pela Inclusão Escolar entregou carta de reivindicações ao candidato da Frente Popular, Villa - 13. Conforme a vereadora Sofia Cavedon (PT-PoA) “estamos nesta pauta da escola mais adequada a cada criança”.

Foto Divulgação SC
A pauta das Monitoras: carreira e participação na eleição de diretores, também foi entregue a Villa - 13. “Nossa luta e adesão de Villa”, comemora a vereadora.

Saiba mais sobre o debate no site do Simpa: Prefeituráveis apresentam propostas para os municipários

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

LDO 2013 - Educação e a falta de professores na Rede Municipal

Na sua segunda intervenção na discussão das Diretrizes Orçamentárias (LDO) do Município para o exercício econômico-financeiro de 2013, a vereadora Sofia Cavedon (PT-PoA) tratou da temática Educação. “Estamos rodando a cidade, e as escolas municipais estão relatando questões que não aparecem publicamente, mas está extremamente séria: a falta muito grande de professores na Rede Municipal de Ensino”, aponta a vereadora.

Veja trechos de sua manifestação na tribuna da Câmara, na sessão plenária do dia 27 de agosto (segunda-feira).

“...também dos regimes que estão publicados, o que considero bastante grave. Porque temos uma proposta ousada nas escolas municipais - que pressupõe recursos humanos diferenciados. Na Rede Municipal de Ensino, estão incluídos mais de 5 mil alunos com deficiência, se considerarmos que são pouco mais de 50 mil alunos, é um índice bastante significativo. Para fazer inclusão escolar, com qualidade, é preciso garantir turmas menores, monitores, acessibilidade, laboratório de aprendizagem, atendimento na sala de integração e recurso, e professor itinerante.

Quando começa a faltar professor, a coisa começa a ficar grave: as situações ficam tensas, os professores precisam lidar com o diferente e exigente, não podem contar com professor volante, tem que aglutinar turmas. E darei alguns exemplos. Acompanhei a Feira da Escola Monte Cristo e sei que na naquela escola, no mínimo dois professores-referência (professores regentes de classe) estão faltando, há professores em licença, em processo de aposentadoria e em licença-gestante.

Há uma situação grave de falta de professores de matemática, no segundo ciclo, em várias escolas. Na Escola Arami Silva, no bairro Nova Santa Rosa, ou seja, não dá para alegar problema de difícil acesso -, aqui no bairro Cristal, não tem professor de matemática. Desde o início do ano, a Escola está sem professor, assim como a Escola Mariano Becker, que também está sem professor. Se pegarmos a Escola Lauro Rodrigues, vizinha da Escola Ildo Meneghetti, temos mais de 60 horas de professor faltando: de Educação Física, Língua Estrangeira, referências nos anos iniciais, e 20 horas de laboratório. Na Escola Pepita de Leão...também são 80 horas de professor faltando. ...São 246 regimes de trabalho publicados, e não temos mais professores na Rede que possam assumir mais horas, porque ocupam as 40 horas do seu regime de trabalho. E por que falo isso nas Diretrizes Orçamentárias? Porque a Educação não está cumprindo o que manda a Lei Orgânica no Município de Porto Alegre, que diz que são 30% das receitas líquidas e Porto Alegre investe pouco mais de 25% em Educação, o que gera a falta de professor, fica segurando a nomeação de professores e a qualidade do ensino é que fica prejudicada lá na ponta. Porque a escola tem, todos os dias, o eventual, que consiste no professor que adoeceu, ou cujo filho adoeceu, que faz com que a escola desorganize o seu cotidiano, e o planejamento tem que ser repensado diariamente.

Mais do que isso, quando o Orçamento da Educação não são os 30% previstos na Lei Orgânica, nós não resolvemos as escolas, que são poucas, mas existem escolas e regiões onde as vagas estão estranguladas, principalmente no cinco, no seis, no sete, nos primeiros anos. E cito escolas que já estão previstas no Orçamento Participativo há alguns anos para serem construídas, como a Escola da Quinta do Portal, na Lomba do Pinheiro:...na Av. Prof. Oscar Pereira, a Escola 1º de Maio, a Embratel, como será chamada... e há o caso da Escola e posto de saúde, no Loteamento do Bosque, lá na Zona Norte, cuja comunidade já lotou este plenário, indignada, porque a área da Escola foi ocupada.... Então, há três escolas municipais que têm que ser construídas, e vou insistir com este debate, até o último dia, até votarmos o Orçamento de 2013, porque não dá para gastar menos do que se deve em Educação..."

Após sua manifestação, o vereador João Bosco Vaz (PDT), da base do governo atual, em um pronunciamento desqualificado acusou Sofia de “cara de pau”, “demagoga”, dizendo: “Essa é a turma da Ver.ª Sofia. As professoras incentivando os jovens a vaiar o Vereador que está aqui. Claro, ela vem aqui, faz a demagogia...”.

Sofia voltou a tratar do Orçamento, mas solicitou o direito ao tempo de resposta.

"...o perfil do gasto da Prefeitura de Porto Alegre também se alterou, porque o governo fez a opção de ampliar profundamente o quadro de CCs em Porto Alegre. Ampliou e criou novas estruturas-meio, sem capacidade de investimentos. A consequência vou repetir aqui... é que estão tirando recursos do Esporte e do Lazer, em Porto Alegre, de uma forma nunca vista, porque 23 praças e parques perderam professores; porque 50% foi a redução, em percentual, na área de Esporte e Lazer, em percentual! E na Cultura - outra área penalizada por essa opção dos últimos Governos, teve uma redução muito maior do que 50%... Ou seja, uma penalização brutal em duas áreas estratégicas para a qualidade de vida, para prevenção de doenças, para construção de posturas, por exemplo, da limpeza urbana, da solidariedade e do cuidado no trânsito, numa cidade que deteriora o seu viver em cidade porque está retirada toda a educação através da cultura, através do esporte, através da convivência comunitária e familiar, que é a intervenção que o Estado público tem que fazer....

...Encerro, dizendo que não aceito que vereador diga aqui que não me comportei neste plenário, não porque é um problema de rebeldia ou de modo de ser parlamentar, porque usar o termo comportamento é machista, sim, porque se relaciona a mulheres! Nunca vi vereador aqui dizendo que outro vereador não se comporta. Então, respeitem a nós, mulheres, e nosso jeito de fazer política! (Palmas.)

(Não revisado pela oradora.)

Veja a integra de sua manifestação aqui.

Veja a integra da Sessão Plenária aqui.

domingo, 26 de agosto de 2012

Happy Hour da Cultura com Sofia nesta quarta-feira

Arte Sandro Ka

Escolha Educação, Escolha Cultura!

Foto Divulgação SC
No início da semana, a vereadora Sofia Cavedon (PT-PoA) acompanhou o candidato da Frente Popular a prefeito de Porto Alegre, Adão Villaverde, no debate organizado pelo Fórum Gaúcho da Educação Infantil, realizado na Ufrgs. No debate, Villa deu exemplo de falta de compromisso o curso de Pedagogia da Uergs, que formou educadoras das creches na primeira turma, e foi fechado pelos governos de Yeda, Fogaça e Fortunati.

Foto Divulgação SC
Na quinta-feira (23/8) Sofia prestigiou a festa de aniversário da Escola Municipal de Educação Especial Eliseu Paglioli, comemorada com a apresentação da Orquestra Villa Lobos. Arte-Educação, um forte da Elyseu Paglioli, comemora a vereadora.

Foto Divulgação SC
Na sexta-feira (24/8), Sofia visitou a Feira do Livro da EMEF Vila Monte Cristo, inspirada no filme “Fantásticos Livros Voadores”. Sofia comemora os novos leitores e jovens monitores que apresentam os livros na Feira.

Foto Divulgação SC
Sábado, Sofia participou do Seminário da Associação dos Trabalhadores em Educação do Município de Porto Alegre (Atempa) que debateu  e propôs a construção de um projeto político-pedagógico para a Rede Municipal de Ensino nos três eixos: inclusão escolar, gestão democrática e condições de trabalho e saúde do trabalhador.

Saiba mais no Portal da Atempa.

Cultura 

Foto Divulgação SC
Sofia, junto com Hamilton Braga, participou na segunda-feira (21/8) da abertura da exposição do MARGS: “Economia da Montagem: Monumentos, Galerias, Objetos” que tem a curadoria de José Francisco Alves

Obras de artistas brasileiros e estrangeiros estarão expostas apresentando um rico e diversificado segmento da produção artística do acervo do MARGS, desde meados do século 20 até a contemporaneidade, além de trabalhos de artistas contemporâneos realizados exclusivamente para o evento.

A visitação da exposição acontece de terças a domingos das 10 às 19 horas até o dia 28 de outubro.

Saiba mais no Portal da TRIPLO II

A caminhada mantém nossos ânimos aquecidos!

Durante a semana a vereadora Sofia Cavedon (PT-PoA) visitou algumas comunidades entre elas o Humaitá, a Ocupação Hospital, Loteamento do Bosque e Vila Menino Deus.

Foto Divulgação SC
Ocupação Hospital - É nos altos da Protásio Alves, na comunidade Hospital, uma ocupação de mais de sete anos que busca moradia digna. “Já ando com eles há tempos. Estamos evoluindo”, salienta Sofia.

Foto Divulgação SC

Vila Menino Deus- A vereadora informa que a reunião tratou das Áreas Especiais de Interesse Social – AEIS, “que apresentei e aprovamos para a comunidade e estreitamos compromissos para seguir na luta pela urbanização!” 

Foto Divulgação SC
Humaitá - Nenhum país tem um sistema público de saúde e educação como o Brasil. Mas no Humaitá a moradora Tâmara afirma “é preciso mudar nossa cultura de violência e discriminação, desde a infância".

Foto Divulgação SC
Loteamento do Bosque – Reunião na sexta-feira (24/8), à tardinha, no Loteamento, mostrou que saúde só no Posto Ramos, longe e sem médico na maioria das vezes! A líder comunitária Lorimar Fiúza explicou que a ocupação que houve na área, que era para ser da escola e posto de saúde, segue sem solução, denuncia Sofia

Escolha Cultura! FestiPoa Literária nesta segunda-feira

A próxima edição da FestiPoa Literária revisitada e sampleada vai abordar a poesia de João Cabral de Melo Neto e ocorrerá nesta segunda-feira (27 de agosto), às 19h, na Palavraria (Rua Vasco da Gama, 165), com entrada franca.

FestiPoa Literária revisitada e sampleada 

A "FestiPoa Literária revisitada e sampleada" é a retomada de parte da programação do evento, com a presença de alguns dos escritores que participaram de sua 5ª edição em abril deste ano, e a oportunidade que o público leitor terá de acompanhar a festa literária ao longo de todo o segundo semestre.

Temas, reflexões, debates e livros, que estiveram na pauta da última edição, receberão novas abordagens dos convidados, e os escritores revisitarão assuntos e textos seus e de outros autores, contemporâneos ou clássicos.

A organização da FestiPoa, que começa a preparar a 6ª edição, pretende manter à tona e aquecidos debates sobre a produção literária atual, destacar livros lançados pós-abril e experimentar situações e atividades que poderão aparecer no evento em 2013.

A segunda atividade da "FestiPoa revisitada e sampleada" ocorrerá neste 27 de agosto, às 19h, na livraria Palavraria, e a motivação será a poesia de João Cabral de Melo Neto. Os convidados Antônio Sanseverino, Guto Leite e Richard Serraria vão ler poemas do livro de estreia do poeta pernambucano, Pedra do sono (1942) e comentar aspectos da obra do poeta.

Mais informações: no Blog do FestPoa Literária

sábado, 25 de agosto de 2012

De Olho no Transporte Coletivo

"Peço providências com o ônibus Parque dos Maias os moradores do Condomínio São Francisco na Baltazar de Oliveira Garcia não possuem outra alternativa para acabar com a humilhação dos ônibus lotados e a falta de uma linha de lotação que passe em frente do Condomínio" . Manifestação de Luiz Fernando Moojen.

Por estes depoimentos - que se repetem de norte a sul da cidade - é que se vê o descaso com o transporte público - bem que o "Câmara no Ônibus" precisa continuar, afirma a vereadora Sofia Cavedon (PT-PoA).

“Comecei em maio do ano passado (2011) e parei agora durante a campanha, para não me chamarem de oportunista. Mas o Ministério Público (MP) está exigindo licitação, em função de nossos relatórios. Muito poderia melhorar se a Prefeitura fiscalizasse de perto”, enfatiza a vereadora.

Veja também:
30 de setembro de 2011
Câmara de Porto Alegre entrega relatório ao Ministério Público de Contas 

30 de janeiro de 2012
Sofia retoma projeto Câmara no Ônibus

Dia da Visibilidade Lésbica no Largo Glênio Peres

Dia 29 de agosto, quarta-feira, no Largo Glênio Peres, das 12 às 20hs acontece as atividades da 4ª Jornada Lésbica Feminista, em Porto Alegre.

Promovem o encontro as entidades LBL, Nuances, Igualdades, Maria Mulher, Núcleo de Diversidade do GHC, Instituto Delphos de Psicologia Social, Sintrajufe-RS, SindSaúde, CUT, G8-Generalizando e outros movimentos.

Programação:
12h - montagem e ocupação das bancas
12 ás 17h - Panfletagem no Largo
17 às 18h - Caminhada no Centro
18h - Ato Político do Movimento Social

Fonte: Blog da 4ª Jornada Lésbica

Descanso de 30 dias para cooperativados

Começou a tramitar na ordem do dia das sessões plenárias da Câmara Municipal de Porto Alegre, desde segunda-feira (20/8), projeto de lei da vereadora Sofia Cavedon (PT-PoA), aumentando de 15 para 30 dias, o período de descanso remunerado (férias) dos trabalhadores cooperativados que atuam na Prefeitura.

Conforme Sofia, a proposta visa corrigir uma lacuna na lei 10.687/2009, também de sua autoria, que instituiu o cumprimento básico dos direitos trabalhistas aos prestadores de serviços que atuam como terceirizados nos serviços de cozinheiras, auxiliares de cozinha, serviços gerais, coleta de lixo e segurança da Prefeitura Municipal de Porto Alegre.

Para a vereadora “já é tempo de avançar com o problema do descanso anual remunerado de 30 dias, porque, há cinco ou seis anos, quando aprovamos a Lei das Cooperativadas, o máximo que conseguimos emplacar foi no mínimo 15 dias. Vamos ter essa vitória coletivamente, porque não podemos aceitar que usem a fachada de uma conquista dos trabalhadores, usem a cooperativa – cooperação, conceito de cooperação, conceito de distribuição de lucro – para explorar os trabalhadores.”

Sofia lembra que algumas cooperativas tem uma caminhada diferenciada, com respeito a dignidade e aos direitos das cooperativadas e dos cooperativados.

Veja aqui a proposta de 30 dias.

Conheça a Lei 10.687/2009.

Transferida! Marcha contra a Mídia Machista

Devido ao clima a atividade foi transferida para 1º de setembro.

Ultimamente temos visto nas redes sociais muitas mobilizações acerca de propagandas machistas, como do desodorante AXE, da cerveja Nova Schin, preservativo Prudence, etc. Tais propagandas inclusive com forte apologia ao crime, ao estupro, e à violência contra as mulheres.

Diante disso uma Marcha contra a Mídia Machista foi chamada em vários estados. Em Porto Alegre o Núcleo da Marcha Mundial das Mulheres (MMM/PoA) promove o encontro no sábado (25/8), saindo do Arco da Redenção/Parque Farroupilha às 14h. Participe!

Mais informações no facebook: http://www.facebook.com/events/215712008554295/

Cultura, Esporte e Lazer sofreram redução de investimento

Últimos governos de Porto Alegre reduziram drasticamente os recursos nessas áreas, mas aumentou a contratação de CCs e criação de novas secretarias 

Na sessão ordinária desta quarta-feira (22/8) entrou em discussão preliminar de pauta na Câmara Municipal de Porto Alegre, projeto do Executivo que dispõe sobre as Diretrizes Orçamentárias (LDO) do Município para o exercício econômico-financeiro de 2013. A receita total do Município prevista para 2013 é de R$ 5,133 bilhões, valor idêntico ao projetado para a despesa total.

A vereadora Sofia Cavedon (PT-PoA) abriu o debate recordando a mudança do perfil orçamentário que aconteceu no último período na cidade de Porto Alegre.

Veja trechos da sua manifestação na tribuna da Câmara: 

“Nós tivemos, digo claramente, uma opção de gestão que criou pequenas novas secretarias, montadas fundamentalmente com cargos em comissão e sem recursos para investimentos. São elas: Secretaria Especial de Acessibilidade e Inclusão Social; Municipal do Trabalho e Emprego; da Juventude; dos Direitos Animais - são pequenas secretarias com temáticas importantíssimas, não há dúvida, mas que poderiam, perfeitamente, ser absorvidas, com muita competência, em comissões entre as secretarias.”

O resultado dessa mudança de investimentos é que Porto Alegre reduziu brutalmente em duas áreas: a do esporte e lazer e da cultura. O esporte e lazer detém hoje 0,38 das receitas líquidas do município, o que já foi quase 1%. A consequência é visível: 23, entre parques e praças, perderam professores que atuavam nesses espaços porque não há reposição de profissionais na Secretaria Municipal de Esportes, Recreação e Lazer.”

“É visível o abandono da maioria dos espaços físicos – além do ser humano – de esporte e lazer na cidade. A praça Florida, a praça da Rua São Carlos, estão abandonadas e as piscinas comunitárias estão sem manutenção, sem possibilidade de a população mais pobre, da periferia utilizar o único espaço de lazer, que eventualmente tem. Então isso está na opção de gestão que modificou o perfil orçamentário, drenou para aumento de CCs e aumento de Secretarias.”

“Ouvi essa semana o Prefeito falando que vai abrir a praça da Paz, do PAC, na Lomba e na Restinga com dinheiro público federal, porque investe em esporte e lazer. Esporte e lazer têm que ser mantido no cotidiano.”

Cultura – Orçamento reduzido - “Outro lugar em que foram drenados recursos foi da Cultura, que reduziu, do que já foi em Porto Alegre o orçamento de 2,7% ou 2,8%, para 0,95% ou 0,96% das receitas líquidas. Esse é o orçamento da Cultura, 1/3 do que já foi. E o Fumproarte, o Fundo de Financiamento do primeiro CD, de um livro, de uma peça de teatro, que possibilitaria o financiamento dos nossos grupos, dos nossos artistas, dos nossos trabalhadores, sofreu, nos últimos anos, uma redução de 25%. E Porto Alegre não tem, estamos em agosto, o edital do Fumproarte. O governo não abriu o edital de financiamento direto do pequeno, do artista local, do grupo local de teatro, de música, de dança, do escritor, etc. Foram retirados da Cultura!

Redução da manutenção dos espaços culturais - Vão ao Renascença para ver se tem um som decente para receber os espetáculos, se tem uma iluminação decente, na verdade, todos os nossos teatros têm algum problema físico de manutenção -; e mais, na redução dos eventos nas festas populares. Foi uma luta, todos esses anos, para sair a Semana da Capoeira para sair a Semana do Hip Hop: emenda desta Casa.” 

Diretrizes orçamentárias: “será que são essas que nós aprovamos? As que criam estruturas/meio e que retiram de áreas estratégicas, como a Cultura, o Esporte e o Lazer? Essa é a pergunta, e esse é o debate que eu levanto para a sociedade no início da tramitação das diretrizes orçamentárias, que gerarão o Orçamento para 2013, para uma nova gestão na cidade de Porto Alegre.”

Orçamento - “Questiono esse Orçamento. E levanto outro aspecto: o Funcriança - Fundo Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente. Esse Fundo já recebeu R$ 5 milhões de orçamentos próprios. Um Fundo importantíssimo. Por esse Fundo as entidades apresentam seus projetos. Em 2011, a Prefeitura de Porto Alegre, de recursos orçamentários, depositou apenas R$ 600 mil ou R$ 700 mil. A Prefeitura reduziu brutalmente o seu depósito no Funcriança. Orçamento dedicado a valorosas instituições, mais de 500, que atuam com o idoso, com a pessoa com deficiência, com a criança, o adolescente, o adulto, o idoso com deficiência. Daí também foram retirados recursos para outras opções de gestão. Redução de depósito no Funcriança é outra constatação da análise do desempenho orçamentário dos últimos anos, pelo menos dos quatro ou cinco últimos anos.”

“Nessas diretrizes orçamentárias teremos que aprofundar o debate e tentar corrigir nesta Casa e nos encontros eleitorais que acontecerão, pois é um debate sério que a cidade tem que fazer. Porque o gestor é eleito para representar o debate da cidade, para discutir com a cidade as suas opções de gestão. Quero, então, mapear o que puder vislumbrar, nesses quatro anos, em relação às mudanças de prioridade na cidade. Há, sim, muito mais estrutura-meio, pequenas estruturas de acomodação de Partidos, de acomodação de grupos, de inclusão de cargos em comissão, e redução nessas pontas importantíssimas.” 

Foto Arquivo
Lixo -  “Por fim, quero fazer um alerta sobre o tema do lixo. Ontem, foi colocada na rua uma nova licitação – que ainda não tive tempo de buscar cópia– da coleta de lixo em Porto Alegre, que deve aumentar em 50% do seu custo. O que sei - é a análise que faço - é que retrocedemos, brutalmente, com um modelo completamente terceirizado. Todos vemos os focos de lixo proliferando pela cidade; vemos a incapacidade do município de superar esse problema, porque não tem gestão própria; vemos a redução da coleta seletiva - hoje muito mais carroceiros recolhem o lixo seletivo -; vemos o abandono dos galpões de reciclagem - não há política para os galpões de reciclagem, a prensa não funciona mais, não houve modernização. E o pró-labore que os recicladores estão recebendo é ínfimo. ...fica um grande alerta: houve retrocesso! Afirmo e reafirmo: os contêineres são uma boa ideia, mas a utilização de somente um contêiner está estimulando a mistura do lixo seco com o orgânico. Estimulando! É preciso, urgentemente, mudar o modelo, e espero que isso esteja na licitação. Precisa ter dois contêineres: um para o lixo orgânico e outro para o lixo seco, educando a cidade e dando conta do volume de lixo, pois hoje não se está dando conta. Muito obrigada.”

Sofia Cavedon

Veja a íntegra de sua manifestação acessando aqui.

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Seminário debateu 22 anos do ECA

Foto Divulgação SC
A vereadora Sofia Cavedon (PT-PoA) participou na manhã desta quinta-feira (23/8), da abertura do seminário “ECA: sua evolução na conquista dos direitos de crianças e adolescentes na sociedade”, realizado pelo Centro Profissional João Calábria em comemoração aos 50 anos da entidade.

O encontro no auditório do Ministério Público em Porto Alegre fez uma reflexão sobre os 22 anos do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e contou com presenças como a Dra Maria Regina Fay Azambuja, “uma guerreira pela criança”, como expressa a vereadora.

Com o auditório lotado, o evento foi aberto com a presença de autoridades, representantes de conselhos tutelares e de direitos e educadores e do secretário adjunto da Justiça e dos Direitos Humanos (SJDH), Miguel Velasquez, que representou o Governo do Estado.

Saiba mais no Portal da Secretaria da Justiça e dos Direitos Humanos (SJDH)

Três anos da vitória do NÃO ao Pontal

No dia 23 de agosto de 2009 a população de Porto Alegre - após grande mobilização popular - conseguiu o direito de discordar nas urnas de uma alteração na legislação municipal que beneficiaria um empreendimento residencial na Orla do Guaíba.

A prefeitura municipal "rebaixou", através de sua própria liderança na Câmara, o "referendo" proposto por ela mesma para uma "consulta pública" - com a não obrigatoriedade de voto - deixando implítito que o veto a residências não impediria de fossem erguidas no local prédios comerciais.

Mas a população foi às urnas e deixou bem claro que ela é contrária a construções residenciais e comerciais na Orla.

Foi uma grande vitória, mas apenas uma batalha. A luta continua, também contra as construções comerciais na Orla do nosso Guaíba!

Matéria publicada no Portal Amigos da Rua Gonçalo de Carvalho

Veja também:
11 de novembro de 2008
Não é Só um Estaleiro - Artigo de Sofia

23 de agosto de 2009
Pontal do Estaleiro: 80% dizem Não!

3 de novembro de 2009
Entrevista sobre a Orla do Guaíba

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

No Ministério Público do Trabalho, terceirizadas conquistaram compromissos

Foto Divulgação SC
A reunião com o procurador do Trabalho Philippe Gomes Jardim, realizada no dia 17 de agosto no Ministério Público do Trabalho (MPT) com a Cooperativa Riograndense (Cootrario), Sindicato e terceirizadas(os) trouxe avanços para a luta das trabalhadoras. Conforme a vereadora Sofia houve compromisso de todos, cooperativa e sindicato, no sentido de buscar soluções para as irregularidades trabalhistas que vem ocorrendo nos seus contratos.


Sofia informa que a Cootrario, representada por pelos advogados – Julio Cezar Coitinho e João Antonio, comprometeu-se com a entrega dos contra-cheques no dia do pagamento. “Também houve o compromisso dos advogados de corrigir todas as irregularidades como os atrasos nos pagamentos do abono-família, do vale-refeição e do FGTS, além de problemas com o repasse de vale-transporte”, salienta a vereadora. Mas, ressalta ela, as correções somente ocorrerão a partir do encaminhamento específico da cada escola, apontando as irregularidades na sua instituição e que devem ser enviadas ao Sindicato enquanto persistirem. O registro deve ser feito para o e-mail: dirceu.seeac@terra.com.br.

Na audiência o Sindicato informou que entrou com ação judicial solicitando o pagamento da diferença dos salários, no valor de R$ 80,00, referente à remuneração da categoria nos meses de janeiro e fevereiro, conforme o Acordo Coletivo de 2012. O processo, diz Sofia, já está para conclusão da decisão do juiz e pode ser conferido no site do Tribunal do Trabalho de Porto Alegre, com o número 0000317-67.2012.5.04.0025 – site: http://migre.me/aosDB 

Abono PIS

A vereadora Sofia lamentou mais um prejuízo que a categoria sofreu ao não receber o abono do PIS porque a cooperativa perdeu o prazo. Mas já articulou e entrou em contato com o superintendente regional da CEF, Rubem Danilo Pickrodt, que está verificando a declaração da Cootrario e, se estiver tudo certo as trabalhadoras(es) receberão o Abono a partir de 04 de dezembro deste ano.

Sofia recebe SINPECPF

Foto Marta Resing
A vereadora Sofia Cavedon (PT-PoA) recebeu nesta quarta-feira (20/8) os representantes do SINPECPF - Sindicato Nacional dos Servidores do Plano Especial de Cargos da Polícia Federal, que estão em greve pela reivindica reestruturação de carreira e realização de concurso público.

Sofia articulou com o gabinete do deputado federal Ronaldo Zulke (PT-RS) mediação entre os profissionais e o governo federal.

Conforme a vice-presidente do Sindicato, Cleuza Maria Silveira Menezes, a adesão dos servidores administrativos da PF à greve é pela reivindicação de reestruturação da carreira, valorização salarial e realização de novo concurso para a área. “A categoria sofre com grande êxodo de trabalhadores. Atualmente, representam cerca de 18% dos servidores da PF, sendo que para quatro policiais há um administrativo”, enfatizou. Também presente no encontro o servidor Juarez Eliodoro Bueno.

domingo, 19 de agosto de 2012

Momentos da Semana

Villa 13 - Sofia Cavedon 13113

A semana da vereadora Sofia Cavedon (PT-PoA) foi intensa. Sessões plenárias, encontros com as mulheres, com as e os educadores populares, com as e os trabalhadores da segurança, com os municipários e municipárias da capital. Foram várias comunidades visitadas, levando as ações e os novos projetos do mandato. 

Participou do Ato da Juventude apoiando Villa – Prefeito; foi à feijoada em benefício da Casa do Artista Riograndense; na Caminhada da Paz na Bom Jesus, no Bicicleato da Frente PopularResgatando o Caminho dos Parques”.

Sofia encontrou Bolacha, que era morador de rua quando a campanha começou. Hoje é cooperativado, alugou um quartinho e doou o cachorro que dormia na rua. Vota Sofia, pelo diálogo estabelecido neste processo!

A atividade “Na rua com Sofia” surpreendeu pela participação dos e das apoiadoras e pela boa receptividade das pessoas. Toda sexta-feira, a partir das 18h, encontrando-se na banca da Sofia, no Largo Glênio Peres, a atividade acontecerá com a presença da vereadora, que percorrerá as ruas do Centro da cidade apresentando seu trabalho e suas propostas. Junte-se também!

Veja momentos da semana:

Bicicleato com Villa e Sofia no Domingo


sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Terceirizadas da Rede Municipal de Ensino seguem lutando por direitos básicos

Foto Divulgação SC
“A reunião no Ministério Público do Trabalho (MPT) com Cooperativa Riograndense (Cootrario), Sindicato e trabalhadoras(es) hoje (17/8), ao meio-dia, trouxe avanços, pois houve compromisso de todos”. A manifestação é da vereadora Sofia Cavedon (PT-PoA), que desde 2007 está junto com as trabalhadoras e trabalhadores terceirizados da Rede Municipal de Ensino (RME) na luta pela garantia de seus direitos trabalhistas, desrespeitados pela Cootrario e não percebidos pela Secretaria Municipal de Educação (Smed).

Sofia lamenta mais um prejuízo para a categoria, que não receberam o abono do PIS porque a cooperativa perdeu o prazo. “Ainda não revertemos esse dano, mas continuamos lutando”, afirma a vereadora.

O procurador do Trabalho, Philippe Gomes Jardim, recebeu as denúncias de várias irregularidades trabalhistas cometidas pela cooperativa e sem providências por parte da Smed. A audiência ocorreu na sede no Ministério Público do Trabalho no Rio Grande do Sul (MPT-RS), em Porto Alegre.

As trabalhadoras, que atuam no setor de serviços gerais e cozinha, denunciam que a Cootrario vem descumprindo alguns direitos trabalhistas, como atrasos nos pagamentos do abono-família, do vale-refeição e do FGTS, além de problemas com o repasse de vale-transporte e não fornecimento de contra-cheque. Apesar de ser uma cooperativa, a Cootrario contrata as trabalhadoras pela CLT.

Veja também: 
3 de agosto de 2012
Terceirizadas da RME terão reunião com Sindicato e Cooperativa no Ministério Público do Trabalho  
25 de abril de 2012
Terceirizadas da Rede Municipal de Educação vão ao Sindicato
27 de março de 2012
Comissão de Educação cancela reunião e terceirizadas(os) da RME continuam lutando
19 de março de 2012
Terceirizadas da RME - A luta segue 

Chá com Educadores Populares beste Sábado


Caravana Cultural na Feijoada para a Casa do Artista Riograndense

A vereadora Sofia Cavedon acompanhará a Caravana Cultural na Feijoada Beneficente para a Casa do Artista Riograndense neste Sábado (18 agosto) que ocorrerá entre 12h e 15h. A promoção é do Novotel Porto Alegre Três Figueiras (Av. Soledade, 575 – Três Figueiras) com o apoio da Estética Visage.

A Casa do Artista Riograndense abriga 11 artistas com idade superior a 60 anos em vulnerabilidade social.

Convites na Estética Visage (Rua Eça de Queirós, 377 – Petrópolis - Fones: 3022.7901/ 3022.7900) ou no Novotel Porto AlegreTrês Figueiras (Av. Soledade, 575 – Três Figueiras) Fone 3327.9292.

Saiba mais...

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Conquista: Campus da Uergs será no Centro Vida

Foto Marta Resing
A vereadora Sofia Cavedon (PT-PoA) está comemorando mais uma vitória das lutas do mandato. Desta vez é a concretização de que o Campus da Universidade Estadual do RS (Uergs) será no espaço do Centro Vida, Zona Norte da capital.

A assinatura do termo de cessão de uso de parte da área do Centro Vida foi assinada nesta quarta-feira (15/8), pelo Governo do Estado. Além dessa conquista, a proposta da vereadora, recolhida no MEC em abril deste ano e levada a Reitoria da Universidade, para que fosse protocolado o projeto nas emendas de para investimentos em construção de obras do sistema do MEC, também é realidade. O governo federal irá investir R$ 13,5 milhões na instituição.

Foto Fabiana Carvalho/MEC
Campus 
A ideia do campus no Centro Vida surgiu após uma visita ao Jardim Ingá, pelo projeto Câmara na Comunidade, desenvolvido na gestão de Sofia no exercício da presidência da Câmara de Porto Alegre no ano que passou. 

Veja a matéria publicada na edição desta quinta-feira (16/8) no jornal Correio do Povo.

Uergs receberá R$ 13,5 milhões 

A Universidade Estadual do RS (Uergs) receberá R$ 13,5 milhões do governo do federal para a construção do núcleo central da instituição em Porto Alegre (campus sede, que acolherá Reitoria, unidade acadêmica da Capital, anfiteatro e biblioteca). O valor foi obtido por meio de emenda parlamentar da bancada gaúcha ao Orçamento Geral da União 2012, apresentada pelo senador Paulo Paim. A assinatura do termo de cessão de uso de parte da área do Centro Vida foi realizada ontem, pela secretária de Administração e Recursos Humanos, Stela Farias, juntamente com o reitor da Uergs, Fernando Guaragna.

Entre as conquistas e outros benefícios de emendas está a liberação de R$ 5 milhões, que serão investidos na aquisição de instrumentos de laboratório, mobiliário e demais equipamentos para atividades de Ensino, pesquisa e extensão nas 23 unidades da instituição. O governador Tarso Genro esteve em Brasília para apoiar a medida.

Veja também as ações de Sofia: 
12 de fevereiro de 2012
Campus da Uergs em Porto Alegre será na Zona Norte
28 de março de 2012
Campus Central da Uergs 
5 de abril de 2012
Uergs também foi tratado por Sofia no MEC
31 de julho de 2012
Campus da Uergs na pauta

Trabalhadores(as) da Segurança apoiam Sofia

Morro Santa Teresa – Conquista do Movimento

Foto Divulgação SC
Excelentes notícias do governo estadual para a comissão do Movimento do Morro Santa Teresa: concedida a autorização pela FASE para colocação de energia elétrica, água e esgoto em todas as comunidades da área!” A comemoração é da vereadora Sofia Cavedon (PT-PoA) que apoia e acompanha a luta do Movimento desde que a ex-governadora Yeda queria vender o terreno da Fase para a especulação imobiliária.

Segundo Sofia dia 21 deste mês serão abertos os envelopes para o levantamento topográfico e sócio-econômico das famílias. “O DEP já deve iniciar a colocação dos canos de esgotos, que o governo do estado conseguiu para a Vila Gaúcha”, avisa a vereadora.

A carta de autorização da Secretaria da Justiça e dos Direitos Humanos do RS, para a colocação de luz, água e esgoto nas áreas da Fase é uma vitória das comunidades que lutam, através de suas lideranças, pela preservação e urbanização do Morro Santa Teresa.

Veja também: 
09 de julho de 2012
Morro Santa Teresa – Movimento entrega documento  
06 de junho de 2012
Movimento em Defesa do Morro Santa Teresa
11 de maio de 2012
Audiência Pública debateu o Morro Santa Teresa 
10 de maio de 2012
Morro Santa Teresa - Sofia e Raul pedem agilidade no processo
19 de abril d 2012
MP solicita que Prefeitura trace ruas do Morro Santa Teresa

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Parabéns Rita. Nossa prefeita de direito

Foto Divulgação PT
A vereadora Sofia Cavedon (PT-PoA) afirma que sempre acreditou em Rita Sanco e endossa a manifestação do deputado Raul Pont (PT-RS) na defesa da devolução do mandato para Rita e Cristiano Kingeski.

Pont defende que mandatos de Rita Sanco e Cristiano Kingeski sejam devolvidos 

Da tribuna da Assembleia, o deputado Raul Pont (PT) defendeu nesta quarta-feira (15) que os mandatos de Rita Sanco e Cristiano Kingeski sejam devolvidos na cidade de Gravataí. Segundo Pont, o Ministério Público (MP) arquivou as últimas duas denúncias feitas contra a prefeita Rita Sanco, que serviram de argumentos principais e de justificativa para a cassação do mandato da prefeita e seu vice, em outubro de 2011.

O parlamentar destacou que o MP refutou a denúncia de favorecimento do procurador geral do Município, Ataídes da Costa, bem como a tese de supostos prejuízos com os parcelamentos das dívidas do município com o Banrisul, a RGE e a Corsan não procediam. Sobre os parcelamentos, o MP enfatizou que a operação redundou em considerável redução dos montantes das dívidas contraídas pelo município.

O parlamentar frisou que todas as outras nove acusações feitas à época contra a prefeita Rita Sanco e seu vice foram arquivadas por serem julgadas improcedentes. “E agora? Como é que fica? A prefeita foi cassada há quase um ano e a cidade foi prejudicada pela paralisação de obras, da construção de escolas técnicas e do hospital regional. Espero que a juíza de Gravataí avalie rápido a situação para que o mandato seja prontamente devolvido”, cobrou.

O parlamentar defendeu que o vereador que ocupa o cargo de prefeito devolva o mandato para aqueles que, de forma legítima, conquistaram no voto popular a administração da cidade. O petista também cobrou uma posição dos partidos que capitanearam o golpe para que hajam no mesmo sentido. "Não é possível que uma legislação do tempo da ditadura continue permitindo golpes contra a democracia, como aconteceu em Gravataí", salientou.

Fonte: Agência de Notícias da AL/RS

ViraVida – Inscrições encerram na sexta-feira

Representantes do Sesi/Fiergs, Juceli da Silva e Karin Prestes, estiveram na manhã desta quarta-feira (15/7) reunidas com a vereadora Sofia Cavedon (PT-PoA), presidente da Frente Parlamentar de Combate à Fome e à Miséria da Câmara Municipal, quando informaram que ainda existem 60 vagas no Projeto ViraVida.

No encontro, ocorrido na Câmara de Vereadores, Juceli e Karin disseram que as vagas abertas são para adolescentes e jovens em vulnerabilidade - dos 16 aos 21 anos.

O ViraVida garante bolsa, turno integral, escolarização e profissionalização, salienta a vereadora Sofia. 

Inscrições e informações, com Juceli ou Karin no fone (51) 3367.3766 ou pelo e-mail juceli.silva@sesirs.org.br. As inscrições para o primeiro grupo, inclusive pelo e-mail - encerram às 17h30min desta sexta-feira (17/8).

Para a próxima turma, informam as representantes do Sesi, já é possível fazer o cadastramento reserva, também pelo fone (51) 3367.3766 ou pelo e-mail juceli.silva@sesirs.org.br.

ViraVida - Desenvolvido por iniciativa do Conselho Nacional do Sesi, o programa ViraVida busca promover a elevação da auto-estima e da escolaridade dos adolescentes e jovens participantes. O Programa ViraVida atua em diversas frentes: na educação, no acompanhamento familiar e na busca de oportunidades de inserção no mercado de trabalho. Todos os participantes recebem uma bolsa de R$ 500, dos quais R$ 100 vai para uma conta poupança. Os jovens participantes devem estar compreendidos na faixa dos 16 aos 21 anos, e ter histórico e/ou suspeita de situação de abuso e/ou exploração sexual.

Saiba mais:
www.viravida.org.br e www.conselhonacionaldosesi.org.br ou www.carinhodeverdade.org.br.

Desmonte da Rede de Ensino Municipal será pauta de debate

Foto Divulgação SC
Realizar um debate político-cultural na Rede Municipal de Ensino, devido aos desmontes que vêm ocorrendo na área, como por exemplo, o do Centro de Danças da EMEF Loureiro da Silva, denunciado pela professora Carla Almeida Pfeifer é um dos encaminhamentos da Assembleia Geral da Associação dos Trabalhadores em Educação do Município de Porto Alegre (Atempa), realizada nesta terça-feira (14/8), no Auditório do Simpa.

Conforme a professora, o desmonte do Loureiro e de outras escolas está ocorrendo para dar lugar a oficinas do projeto de Turno Integral. Ela também relatou sobre a falta de condições de trabalho para os professores de dança na Rede Municipal. O grupo Professores de Dança em Movimento já havia apresentado as denuncias e reivindicações à vereadora Sofia Cavedon (PT-PoA), membro da Comissão de Educação da Câmara, em reunião realizada dia 10/8.

Sofia, presente na assembleia, salienta também que a democratização no Previmpa foi outra importante pauta debatida no encontro. “Quando criamos o Instituto de Previdência, os municipários indicavam os diretores Financeiro e Previdenciário. Com Fogaça e Fortunati são todos indicados pelo governo e o presidente se perpetuou”, enfatizou a vereadora.

Moção de Repúdio, Dossiê e Debate 

Foto Divulgação SC
Na assembleia a diretoria da Atempa apresentou a prestação de contas de 2011 e de janeiro a abril de 2012, seguida do relatório de atividades do ano passado. Também foram tirados os encaminhamentos:

- Fazer Moção de repúdio à Smed, por não permitir que os trabalhadores em educação participem da construção do Plano Municipal de Educação;
- Construir o Dossiê da gestão Cleci Jurach na Smed;
- Promover um debate sobre educação integral, inclusive com os candidatos à prefeitura de Porto Alegre. 

Saiba mais sobre a assembleia geral no Portal da Atempa.

Final de Tarde com as Mulheres

Convidamos para:

ViraVida, ACESSUAS e Pronatec na pauta da Frente de Combate à Fome e à Miséria

Na quarta-feira (15/8), às 10h, a Frente Parlamentar de Combate à Fome e à Miséria da Câmara Municipal de Porto Alegre irá se reunir para debater três importantes pautas para a cidade. O encontro será na sala 302 da Câmara de Vereadores (Av. Loureiro da Silva, 255). 

Presidida pela vereadora Sofia Cavedon (PT-PoA) a Frente terá em sua primeira pauta o Projeto Viravida - que ainda tem vagas para a Capital e contará com a presença da Coordenação do projeto. As inscrições e cadastramentos encerram às 17h30min do dia 17 de agosto (sexta-feira). Informações: www.viravida.org.br e www.conselhonacionaldosesi.org.br ou www.carinhodeverdade.org.br.

Na segunda pauta está o Programa de Promoção do Acesso ao Mundo do Trabalho – ACESSUAS. Conforme informa a vereadora, já foram destinados R$ 984.012,00 para o Fundo Municipal de Assistência Social de Porto Alegre implementar o programa.

No final da audiência a Frente Parlamentar irá discutir o Balanço do Pronatec em Porto Alegre. As inscrições para o segundo semestre nos cursos gratuitos oferecidos pelo programa já estão abertas. O público alvo são os inscritos no Bolsa Família que recebem até R$ 70,00 por membro/mês e no CadÚnico, que identifica o grau de vulnerabilidade da família.

Viravida - Desenvolvido por iniciativa do Conselho Nacional do SESI, o programa ViraVida busca promover a elevação da auto-estima e da escolaridade dos adolescentes e jovens participantes. O Programa ViraVida atua em diversas frentes: na educação, no acompanhamento familiar e na busca de oportunidades de inserção no mercado de trabalho. Todos os participantes recebem uma bolsa de R$ 500, dos quais R$ 100 vai para uma conta poupança. Os jovens participantes devem estar compreendidos na faixa dos 16 aos 21 anos, e ter histórico e/ou suspeita de situação de abuso e/ou exploração sexual.] 

ACESSASUAS - O Programa de Promoção do Acesso ao Mundo do Trabalho – ACESSUAS - busca a autonomia das famílias usuárias da Política de Assistência Social, por meio do incentivo e da mobilização à integração ao mundo do trabalho. Possui, ainda, estreita articulação com o Plano Brasil Sem Miséria, com a promoção de estratégias, ações e medidas de enfrentamento à pobreza, por meio de mobilização de usuários; monitoramento da execução das ações do Programa e articulação com diferentes parceiros e políticas públicas. Voltado a populações urbanas e rurais em situação de vulnerabilidade e risco social com idade entre 16 e 59 anos.

Pronatec - Criado no dia 26 de outubro de 2011 com a sanção da Lei nº 12.513/2011 pela Presidenta Dilma Rousseff, o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) tem como objetivo principal expandir, interiorizar e democratizar a oferta de cursos de Educação Profissional e Tecnológica (EPT) para a população.

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Carta de Apoio dos Municipários e Municipárias

Acesse aqui, divulgue, convide os colegas e assine 

Assembleia da Atempa nesta terça

Na terça-feira (14/8), às 18h, no Auditório do Simpa (Rua João Alfredo, 61) a Associação dos Trabalhadores em Educação do Município de Porto Alegre (Atempa) realiza Assembleia Geral da categoria.

Foto Divulgação SC
Sofia e o grupo dos Professores de Dança em Movimento apresentarão no encontro as reivindicações de retomada do Centro de Dança da EMEF Loureiro da Silva, inserção da dança na Rede Municipal de Ensino e retomada da política de Arte, como o Escola faz Arte, em toda RME.

Na pauta da Assembleia Geral a prestação de contas; relatório de atividades; eleição do Previmpa; Encontro de Educadores; assuntos gerais.

Almoço com a Cultura nesta terça

Com o objetivo de organizar a atividade de apoio da Cultura a reeleição da vereadora Sofia Cavedon (PT-PoA) será realizada, na terça-feira (14/8), às 12h, reunião almoço no Meme – Centro Experimental do Movimento (Rua Lopo Gonçalves, 176).

Os e as organizadoras do encontro convidam para se integrarem a atividade que também debaterá a construção do Manifesto da Cultura em apoio a Sofia Cavedon – Vereadora e Villa – Prefeito. O Happy com a Cultura será no dia 29 de agosto (quarta-feira), às 19h, no Espaço IAB (Rua Gal. Canabarro, n°363, esq. Riachuelo - Centro Histórico).

segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Nehyta Ramos em recuperação

Foto Divulgação SC
Até o final de agosto a EE Nehyta Martins Ramos, localizada no bairro Belém Novo, estará com as redes hidráulicas e elétricas em condições de uso. A informação é da vereadora Sofia Cavedon (PT-PoA) que visitou nesta segunda-feira (13/8) a instituição, que está provisoriamente no espaço do CTG Lanceiros da Zona Sul.

Foto Marcelo Oliveira/Agência RBS
Conforme a vereadora, o secretário estadual de Educação, José Clovis de Azevedo, garantiu que em breve a Nehyta Ramos terá novo prédio. A Secretaria do Trabalho e do Desenvolvimento Social assina neste mês, o termo de cessão de terreno para a Secretaria de Estado da Educação (Seduc). O espaço está localizado nas imediações da atual escola, e possui 12 mil metros quadrados, onde será construído um novo prédio. 

Sofia comemora a decisão da Seduc de que a escola passará a oferecer ensino médio e cursos técnicos.

sábado, 11 de agosto de 2012

Democracia Socialista - Filiação partidária com formação política

...no IV – Congresso do PT foram aprovadas normas que fazem uma inflexão por um Partido mais militante, feminista, jovem e racial: todo o filiado para votar e ser votado no PED-2013 deverá participar de pelo menos uma atividade partidária no ano de 2013 e prevê a paridade de gênero, 20% de jovens e representação étnica em todas as direções do Partido a serem eleitas no próximo PED-2013. Neste sentido, temos que ter uma política permanente de promoção e formação de militantes e quadros políticos dirigentes mulheres, jovens e negros...

Leia aqui a íntegra do documento.

MDCA está ficando sem sede

A vereadora Sofia está engajada na luta do Movimento pelos Direitos da Criança e do Adolescente - MDCA, que há 23 anos atua no bairro Partenon, em Porto Alegre, e está sendo despejado.

Organização da Sociedade Civil, sem fins lucrativos, atende crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade, e respectivos grupos familiares, de forma gratuita, continuada, permanente e planejada, em espaço acolhedor de convivência, a fim de possibilitar a inclusão social.

Contatos do MDCA - (51) 3339.7274 / 3318.3378 - mdca@mdca.org.br / http://www.mdca.org.br/index.php.

Conquista: Educadoras Populares se formam em Pedagogia

Foto Divulgação SC
Com um mandato que apóia e luta por políticas de formação que contemplam os milhares de educadores populares que atuam em creches comunitárias conveniadas com a prefeitura, a vereadora Sofia Cavedon (PT-PoA) prestigiou neste sábado (11/8) a formatura da turma da Pedagogia do IPA.

Abrir vagas para as educadoras populares nas universidades tem sido meta do mandato da vereadora, que junto com o deputado estadual Raul Pont (PT) e com a Associação de Educadores Populares de Porto Alegre (Aeppa), tem realizado reuniões no Ministério da Educação (MEC), com Secretarias Estaduais da Educação (Seduc) e da Ciência, Inovação e Desenvolvimento Tecnológico (SCIT), com a PUCRS, Uergs e vários outros órgãos.

Veja aqui os passos da Pedagogia em Educação Popular na Capital.