sábado, 31 de março de 2012

Reunião esclarece sobre inscrições no Pronatec

foto mario pepo
Como acessar os cursos de formação do Programa de Qualificação Profissional – Pronatec - em Porto Alegre, foi à pauta da reunião promovida pela Frente Parlamentar de Combate à Fome e à Miséria da Câmara Municipal, presidida pela vereadora Sofia Cavedon (PT).

No encontro, realizado nesta sexta-feira (30), foram esclarecidas as formas de como os interessados podem acessar as mais de seis mil vagas na Capital, oferecidas para os setores do comércio, serviços, informática, hotelaria e construção civil, através do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) de Formação Inicial e Continuada, lançado pelo governo do estado através do Pacto pela Educação – este voltado para a promoção da qualificação profissional de professores de nível superior, servidores públicos estaduais, aos alunos do ensino médio e profissionalizante e à capacitação de trabalhadores para o setor produtivo gaúcho.

Conforme Sofia a audiência foi importante, pois até o meio da semana os usuários ainda não sabiam como proceder, tendo em vista que os estabelecimentos da Prefeitura responsáveis pelas inscrições, não tinham informações sobre o programa.

Inscrições
Na Capital as inscrições acontecerão de 9 a 25 de abril, no Sine Porto Alegre (Av. Mauá, 1013), das 8h às 17h e na FASC (Avenida. Ipiranga, 310), das 8h30min às 19h30min. Informações podem ser obtidas pelos fones: (51) 3289-1012 /3289-1343 e no endereço eletrônico:
http://www2.portoalegre.rs.gov.br/smte/default.php?reg=3&p_secao=8.

Os cursos têm carga horária entre 160 e 400 horas e fornecimento de transporte e lanche, sendo financiados pelo Governo Federal e executados pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

Pronatec
O Programa tem o objetivo de capacitar beneficiários dos programas de transferência de renda com cursos de formação inicial e continuada, consolidar o vínculo entre qualificação profissional e promover a elevação da escolaridade pela difusão nacional, do patamar de 160 horas para Cursos FIC (Cursos Técnicos e de Formação Inicial e Continuada). As oportunidades de qualificação serão, prioritariamente, para o público da extrema pobreza, para os beneficiários do Programa Bolsa Família, para os que fazem parte do Cadastro Único e, se sobrarem vagas, para o público em geral.

Participantes 
Participaram da audiência da Frente Parlamentar de Combate à Fome e à Miséria, Paulo Fernando Presser, do SENAC; Jorge Vicente Ribeiro, do SENAI; Paola Carvalho, do Programa RS Mais Igual/Casa Civil; Ana Maria Almeida Duarte, representando a Secretaria Estadual de Mulheres; Roni Marques Correa, da Secretaria Municipal do Trabalho e Emprego; Carla Zitto, da Fasc; e Eliane de Moura Martins, da Secretaria Estadual do Trabalho e Desenvolvimento Social.

Presente também os vereadores Maria Celeste (PT), Dr. Raul (PMDB), Pedro Ruas (PSOL) e representação do gabinete do vereador Tarciso Flecha Negra. Também participaram Ana Maria Aquino, presidente do Fórum Fome Zero; Jéssica da Silva Bruno, da Associação Comunitária Mario Quintana; Ivone Gomes Rodrigues, presidente da Associação de Defesa das Comunidades do Bairro Farrapos; Sandra Ferreira Vitória, da comunidade AJ Renner.

Com Villaverde no Morro Santa Teresa

foto sandra ilibio braz 
Com a vereadora Sofia Cavedon, o presidente da Associação da Vila Gaúcha, Darci Campos dos Santos, e lideranças da comunidade, o deputado Adão Villaverde, visitou neste sábado (31/3) pela manhã, o Morro Santa Teresa.

Contornado pelas Vilas Gaúcha, Ecológica, Prisma e Padre Cacique, a população do Morro não conta com o recolhimento regular de resíduos, falta saneamento básico, não tem serviço público de água, drenagem, pavimentação e o fornecimento de luz também é irregular.

Sofia, que tem atuado fortemente em defesa do Morro Santa Teresa, esteve recentemente no local, quando denunciou o acúmulo de lixo que tomou conta de grande área da região.

Veja: Acúmulo de lixo no Morro Santa Teresa

sexta-feira, 30 de março de 2012

Sarau enfocou a violência contra a mulher

arte mario pepo
Com uma “briga de casal” e a informação de que Porto Alegre agora conta no seu calendário de eventos com o Dia Municipal pela Eliminação da Violência contra as Mulheres. Assim começou o primeiro Sarau do ano do mandato da vereadora Sofia Cavedon (PT), encerrando o mês de celebrações do Dia Internacional da Mulher, comemorado no dia 08 de março.

Com o apoio da Livraria Bamboletras, “Mulheres por uma vida sem violência” contou com a apresentação do Teatro do Invisível, com os artistas Elisa Lucas e Rodrigo Kão Rocha. A atriz Adriane Azevedo apresentou o evento e, junto com o ator João França, interpretou a leitura do texto “Ostra”, de Lélia Almeida. O Sarau teve ainda a apresentação dos músicos Liane Schuler e Leonardo Ribeiro interpretando músicas da Ópera do Malandro, de Chico Buarque.

No debate o encontro contou com a presença das psicanalistas Liliane Froemming e Edilene Jocelim de Almeida, e das feministas, Cláudia Prates e Vanessa Gil.

Sofia informou no encontro que à tarde, projeto de sua autoria foi aprovado por unanimidade na Câmara de Vereadores, excluindo do Calendário de Datas Comemorativas e de Conscientização do Município o Dia da Dona de Casa (31 de outubro), e incluindo, no dia 25 de novembro, o Dia Municipal pela Eliminação da Violência contra as Mulheres. “É uma vitória simbólica e também reafirmará a luta contra a violência, somando esforços às ações que são realizadas no Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres, que é marcado mundialmente por lutas pela igualdade e pela autonomia da mulher”, destacou a vereadora.

Veja momentos do Sarau:

quinta-feira, 29 de março de 2012

25 de novembro - Dia Municipal pela Eliminação da Violência contra as Mulheres

Aprovado a inclusão no Calendário de Datas Comemorativas e de Conscientização de Porto Alegre, o Dia Municipal pela Eliminação da Violência contra as Mulheres - 25 de novembro -, proposto pela vereadora Sofia Cavedon (PT).

arte mario pepo  
A proposta exclui ainda do Calendário o Dia da Dona de Casa (31 de outubro). Sofia explica que à exclusão do Dia da Dona de Casa atende à reivindicação do movimento das mulheres, que entende que essa data não se insere nas ações que visam à autonomia e ao desenvolvimento pleno das mulheres, sem discriminação e com igualdade de tratamento e oportunidades.

No que se refere à inclusão do Dia Municipal pela Eliminação da Violência contra as Mulheres, o objetivo é reafirmar a luta contra a violência, e somar esforços às ações que são realizadas no Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres, que é marcado mundialmente por lutas pela igualdade e pela autonomia da mulher.

Conforme Sofia a escolha do dia 25 de novembro, foi reforçar a celebração do I Encontro Feminista Latino Americano e do Caribe, em 1981. “Data que homenageia as irmãs Mirabal (Minerva, Pátria e Maria), da República Dominicana, que em 1960, durante a ditadura Trujillo, foram brutalmente assassinadas”, recorda a vereadora. Esta é mais uma contribuição do seu mandato na luta pela erradicação de todas as formas de violência contra as mulheres, que ainda tem números alarmantes.

Nesta Sexta: Reunião Pública sobre o Pronatec

Abertas inscrições para o Programa de Qualificação Profissional e em Porto Alegre ainda não se sabe como fazer
Saiba mais...

Hoje!

arte mario pepo

De olho no transporte coletivo – Linha Padre Réus

arte mario pepo
Para além de vistoriar semanalmente o transporte coletivo de Porto Alegre, a vereadora Sofia Cavedon (PT) vem se deslocando de ônibus para várias agendas do mandato. Nesta semana que passou, na quarta-feira (28/3), Sofia pegou a linha 187/Padre Réus, em direção a Zona Sul da cidade.

A maior queixa dos usuários é a desorganização dos horários: ônibus que vêm juntos, retornando depois de um longo tempo. A organização das tabelas e fiscalização dos horários fazem parte de um conjunto de propostas que a vereadora Sofia está sugerindo para alterações na atual lei que rege o transporte público na Capital.

quarta-feira, 28 de março de 2012

Reunião Pública sobre inscrições no Pronatec

Abertas inscrições para o Programa de Qualificação Profissional e em Porto Alegre ainda não se sabe como fazer 
arte mario pepo
Diante da completa falta de informações que da Prefeitura de Porto Alegre, através dos seus Centros de Referência da Assistência Social (CRAS) e do Sistema Nacional de Emprego municipal (Sine), sobre as inscrições no Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) de Formação Inicial e Continuada, lançado pelo Governo do Estado esta semana, a vereadora Sofia Cavedon (PT), presidente da Frente Parlamentar de Combate à Fome e à Miséria, promove uma reunião pública nesta sexta-feira (30/3).

O encontro, que será às 14h, na sala 301, da Câmara Municipal de Porto Alegre (Av. Loureiro da Silva, 255), e contará com representações dos programas RS Mais Igual, Pronatec e Bolsa Família. “A comunidade da Lomba do Pinheiro nos chamou no mesmo dia do lançamento do programa e denunciaram a demora no atendimento para o recadastramento nos programas do Bolsa Família, por exemplo, item obrigatório para inscrição no Pronatec”, destaca Sofia.

Conforme a vereadora foram convidados para a Reunião Pública que debaterá o tema, as secretarias estaduais do Trabalho, da Ciência e Tecnologia e das Mulheres; Casa Civil, através do Programa RS Mais Igual; Núcleos de Fome Zero; coordenadores de CRAS e comunidade organizada.

Pronatec
foto angelisa silveira 
O Programa tem o objetivo de capacitar as pessoas e proporcionar-lhes melhores condições de inserção no mercado de trabalho. A coordenação do CRAS da Lomba do Pinheiro explicou a dificuldade de atendimento em razão da falta de funcionários e estagiários.

“Verificamos que os CRAS não tinham informações sobre como inscrever e/ou orientar a população sobre os cursos, pois no folder de lançamento do Programa diz para as pessoas irem aos CRAS ou SINE, que também não tinham conhecimento de como fazer a inscrição”, salientou a vereadora.

O governo Federal e o Estadual estão abrindo muitas oportunidades de renda, formação e qualificação no Rio Grande do Sul. São muitas vagas gratuitas em diversas áreas: construção civil, serviços, indústria de roupas, indústria, entre outras. O acesso a estes programas, no entanto, depende da organização e trabalho das prefeituras, enfatiza a vereadora.

O Governo do Estado, através do Pacto pela Educação, lançou na segunda-feira (26) o Plano Estadual de Qualificação Profissional - Pronatec, que disponibilizará 68 mil vagas. O evento ocorreu na Escola de Educação Profissional Senai Visconde de Mauá, em Porto Alegre, que será um dos centros de formação.

Campus Central da Uergs

foto nani ribeiro
Após encontro promovido por Sofia Cavedon (PT), no inicio de fevereiro quando gravou um Câmara na Cidade especial (Programa da TV Câmara) sobre o novo campus da Universidade Estadual do RS (Uergs), a vereadora reuniu-se novamente com o grupo que vem construindo a proposta.

Na atual sede da Universidade o reitor Fernando Guaragna recebeu nesta quarta-feira (28/3), a vereadora Sofia, o presidente da Associação de Moradores do Jardim Ingá, Salvatore Lettieri, e representantes da região.

Na pauta, os avanços na constituição do Centro Vida (Zona Norte) como o campus central da Uergs. Conforme Sofia, as informações trazidas pela Reitoria são de que já está sendo realizado o levantamento topográfico da área, além de também estar em andamento a realização de mais uma planta mais específica.

A vereadora se colocou à disposição para intermediar, junto ao governo municipal, a negociação para a doação da área, necessária para o desenvolvimento do projeto. “Os moradores da região sugeriram a constituição de uma Comitê, para acompanhar as ações, tendo em vista que essa conquista faz parte da luta deles”, destacou Sofia.

Leia mais... 
Campus da Uergs em Porto Alegre será na Zona Norte 

IPE Saúde para os Municipários

foto maurício macedo/ajuris 
Acompanhados pela vereadora Sofia Cavedon, do PT da Capital, lideranças dos servidores municipais de Porto Alegre estiveram reunidos com o presidente Associação dos Juízes do Rio Grande do Sul (Ajuris), Pio Giovani Dresch.

Os diretores do Sindicato dos Municipários (Simpa), Mário Fernando e Carmen Padilha, participaram da audiência na sede administrativa, nesta quarta-feira (28/3). O Simpa quer que os municipários da Capital sejam incluídos entre os segurados do IPE-Saúde.

Para isso, os dirigentes solicitaram o apoio da Associação. O presidente Pio Dresch informou que levará o pleito à discussão dentro da União Gaúcha em Defesa da Previdência Social e Pública.

Fonte: Site da Ajuris

Veja também:

Municipários da Capital lutam pelo IPE-Saúde

É hoje - Dia da Dona de Casa ou Dia pela Eliminação da Violência contra as Mulheres?

Projeto que exclui do Calendário de Datas Comemorativas e de Conscientização do Município o Dia da Dona de Casa (31 de outubro), e incluí, no dia 25 de novembro, o Dia Municipal pela Eliminação da Violência contra as Mulheres, esta causando polêmica na Câmara de Vereadores da Capital.

De autoria da vereadora Sofia Cavedon (PT), a proposta será votada nesta quarta-feira (28/3), a partir das 14h, no Plenário Otávio Rocha da Câmara Municipal (Av. Loureiro da Silva, 255). Mas para surpresa da vereadora, muitos dos seus colegas estão se posicionando contra a extinção do Dia da Dona de Casa.

Saiba mais... 

Sarau na Quinta reforça a reflexão 
E na Quinta-feira – 29/3 – o mandato promove o primeiro Sarau do ano aprofundando o tema da condição da mulher, que no dia 08 celebrou o Dia Internacional de Luta das Mulheres. O encontro “Mulheres por uma vida sem violência”, será às 19h, na Livraria Bamboletras, no Nova Olaria (Av. Lima e Silva, 776) e terá a presença de psicanalistas, educadores e artistas.
arte mario pepo  

terça-feira, 27 de março de 2012

Vereadora na Comunidade – Água de mangueira

foto sandra ilibio braz 
Nesta terça-feira (27/3), a vereadora Sofia Cavedon (PT), esteve no Morro São Pedro, quando foi recebida pela líder comunitária, Marlene Salvador de Souza.

As dificuldades que enfrentam as cerca de 100 famílias que vivem no local, segundo relatou Marlene, são principalmente, a água vindo por mangueiras e a luz, que é irregular.

Sofia irá solicitar informações, junto aos órgãos responsáveis, sobre a situação das demandas e, com a comunidade, buscar os recursos necessários para a resolução dos sérios problemas que convivem os moradores, onde as mais penalizadas são as mulheres e as crianças, destaca a vereadora.

Comissão de Educação cancela reunião e terceirizadas(os) da RME continuam lutando

foto marta resing
Estavam às representantes das terceirizadas, das direções de escolas, os vereadores da Comissão de Educação da Câmara (Cece), a representação da Secretaria Municipal de Educação (Smed), mas faltou a representação da Cooperativa de Trabalho Rio-grandense (Cootrario). Então o presidente da Comissão cancelou a reunião.

No momento em que a vereadora Sofia Cavedon (PT), membro da Comissão e solicitante da pauta, foi encaminhar o pedido de Audiência Pública para tratar das denúncias contra a Cooperativa, os vereadores do PMDB, Haroldo de Souza e Prof. Garcia (este presidente da Cece) perderam a compostura e, aos gritos no microfone, diziam que não iriam dar palanque para a vereadora e que nada mais poderia ser encaminhado, pois a audiência estava encerrada.

Assim foi a reunião da Comissão de Educação, Cultura, Esportes e Juventude (Cece), na manhã desta terça-feira (27/3), na Câmara Municipal de Porto Alegre, que tinha o objetivo de discutir o contrato de serviço e limpeza de escolas municipais firmado entre a Cootrario e a Secretaria, e que vem carregado de irregularidades, todas apontadas no Ministério Público do Trabalho, que abriu processo para averiguar as denúncias.

foto marta resing
Diante do cancelamento, a vereadora Sofia reuniu, nos corredores da Casa Legislativa e após em seu gabinete, as comissões das terceirizadas e direções de escolas, quando resolveram intensificar as ações. Na luta desde 2007 com as trabalhadoras e trabalhadores que atuam como cozinheiras, auxiliares de cozinha e auxiliares de serviços gerais na Rede, Sofia lamentou o episódio ocorrido na Cece. A vereadora Fernanda Melchiona (PSOL) se solidarizou com Sofia e terceirizadas, apoiando o movimento e participando da reunião.

Encaminhamentos: 

Na reunião com a vereadora foram tirados os seguintes encaminhamentos:
- Solicitar agenda com a Secretária Municipal de Educação;
- Fazer um Abaixo-assinado para ser entregue aos vários órgãos envolvidos;
- Remarcar audiência na Comissão de Educação da Câmara de Vereadores da Capital;
- Insistir com o Sindicato Intermunicipal dos Empregados em Empresas de Asseio e Conservação e Serviços Terceirizados em Asseio e Conservação no RS, para eu marque uma audiência com as trabalhadoras e trabalhadores. O Sindicato não dá retorno para as solicitações feitas pelo gabinete da verª. Sofia;
- E junto ao Ministério Público Estadual apontar a falta do pagamento integral, pela Cootrario, das cotas das terceirizadas referente ao período em que atuavam como cooperativadas(os), que foram descontadas dos seus pró-labores.

Veja também:
Irregularidades trabalhistas na RME na pauta da Comissão de Educação nesta terça
Terceirizadas da RME - A luta segue

Irregularidades trabalhistas na RME na pauta da Comissão de Educação nesta terça

As irregularidades referentes as questões trabalhistas cometidas pela Cooperativa Riograndense (Cootrario) que atende a Rede Municipal de Ensino (RME) de Porto Alegre, será pauta nesta terça-feira (27) da Comissão de Educação da Câmara de Vereadores.

Agendada pela vereadora Sofia Cavedon, que acompanha a luta das terceirizadas desde 2007, a audiência será às 09h, na sala 301 da Casa Legislativa (Av. Loureiro da Silva, 255). Estão convidados para o encontro, representantes da Cooperativa e da Secretaria Municipal de Educação (Smed).

Veja algumas das irregularidades denunciadas: 

* Atraso de até 5 meses na entrega de contracheques;
* Pagamento das férias após o gozo das mesmas;
* Não pagamento estipulado no Acordo Coletivo;
* Falta de pagamento do INSS;
* Não pagamento do reajuste do vale transporte, realizado no ano passado;
* Falta de equipamentos de proteção;
* Não pagamento dos direitos trabalhistas no caso de demissão;
* Desconto de dias de mulheres grávidas;
* Vale alimentação inferior ao acordo coletivo: R$ 7,50 e não R$ 7,85;
* Em dias de atestado por doença é descontado vale transporte e alimentação;
* Não tem dia certo para a entrega dos vales transporte e alimentação;
* Falta do pagamento do abono/filho;
* Salário família pago com atraso e
* Pagamentos parcial de salários.

segunda-feira, 26 de março de 2012

Embate e reflexão sobre a condição da mulher encerram o mês

Embate e reflexão sobre a condição da mulher são os destaques do mandato da vereadora Sofia Cavedon (PT) na Semana que se comemora os 240 anos de Porto Alegre (25 a 31 de março). 

Dia da Dona de Casa ou Dia pela Eliminação da Violência contra as Mulheres?

Projeto que exclui do Calendário de Datas Comemorativas e de Conscientização do Município o Dia da Dona de Casa (31 de outubro), e incluí, no dia 25 de novembro, o Dia Municipal pela Eliminação da Violência contra as Mulheres, esta causando polêmica na Câmara de Vereadores da Capital.

De autoria da vereadora Sofia Cavedon (PT), a proposta será votada na próxima quarta-feira (28/3), a partir das 14h, no Plenário Otávio Rocha da Câmara Municipal (Av. Loureiro da Silva, 255). Mas para surpresa da vereadora, muitos dos seus colegas estão se posicionando contra a extinção do Dia da Dona de Casa.

Sofia explica que à exclusão do Dia da Dona de Casa atende à reivindicação do movimento das mulheres, que entende que essa data não se insere nas ações que visam à autonomia e ao desenvolvimento pleno das mulheres, sem discriminação e com igualdade de tratamento e oportunidades. “Entendemos que o nosso calendário de datas não deve contemplar eventos que apontem para a manutenção de uma situação que, há muito, não existe: a mulher “dona de casa”, mas, sim, eventos que contribuam com as lutas que promovam a igualdade de gênero, cooperando com as políticas de inclusão e equidade social e de enfrentamento à violência e à discriminação” destaca a vereadora.

No que se refere à inclusão do Dia Municipal pela Eliminação da Violência contra as Mulheres, o projeto pretende, ao reafirmar a luta contra a violência, somar esforços às ações que são realizadas no Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra as Mulheres, que é marcado mundialmente por lutas pela igualdade e pela autonomia da mulher.

Conforme Sofia o objetivo é reforçar essa data, cuja celebração nasceu no I Encontro Feminista Latino Americano e do Caribe, em 1981. “Data que homenageia as irmãs Mirabal (Minerva, Pátria e Maria), da República Dominicana, que em 1960, durante a ditadura Trujillo, foram brutalmente assassinadas”, recorda a vereadora. Esta é mais uma contribuição do seu mandato na luta pela erradicação de todas as formas de violência contra as mulheres, que ainda tem números alarmantes.

Sarau reforça a reflexão
arte mario pepo   
Na Quinta-feira – 29/3 – o mandato da vereadora promove o primeiro Sarau do ano aprofundando o tema da condição da mulher, que no dia 08 celebrou o Dia Internacional de Luta das Mulheres.
O encontro “Mulheres por uma vida sem violência”, será às 19h, na Livraria Bamboletras, no Nova Olaria (Av. Lima e Silva, 776) e terá a presença de psicanalistas, educadores e artistas.

Cartilha 
arte mario pepo   
Determinada a contribuir com o rompimento do circuito de violência contra a mulher, Sofia também está distribuindo a cartilha “Mulheres: Por uma vida sem violência”. No material foram destacados instrumentos importantes de atenção às mulheres que sofrem violência doméstica e sexual, indicando os contatos de denúncias e como proceder para realizá-las. A cartilha também pode ser acessada aqui – ou em seu gabinete na Câmara.

domingo, 25 de março de 2012

Sarau "Mulheres por uma vida sem violência"

Na semana de Aniversário dos 240 anos de Porto Alegre (25 a 31 de março), o mandato da vereadora Sofia realiza o primeiro Sarau do ano aprofundando o tema da condição da mulher, que neste mês celebrou, em 08 de março, o Dia Internacional da Mulher.
arte mario pepo  

Sábado - 31 de março

sábado, 24 de março de 2012

Setorial de Educação elege nova Coordenação

foto marta resing 
A Setorial de Educação do Partido dos Trabalhadores (PT) do RS realizou neste final de semana (23 e 24/03) o seu encontro estadual, elegendo a nova direção, tirada de consenso, e que manteve Sofia Cavedon, vereadora em Porto Alegre, como coordenadora da Setorial.

No encontro também foram eleitos os delegados para o Encontro Nacional de Educação do Partido, e definidas várias propostas para os programas de governo municipais para as eleições deste ano, em todo o estado.

Sofia destaca que em nível municipal foi rejeitada, por grande maioria, a proposta que defendia a política de entrega de kits escolares com uniformes. “Defendemos a democratização da gestão na aplicação dos recursos, em todas as instâncias, na tomada de decisões político – pedagógicas, culturais, administrativas e financeiras”. 

Para o Encontro Nacional os delegados eleitos irão levar as propostas de ajustes no programa federal Mais Educação. No documento é solicitada a aplicação de mais recursos para adequação de espaço físico nas escolas e para contratação de mais educadores para ministrarem as Oficinas oferecidas pelo programa. 

foto marta resing  
Quanto ao Estado, foi referendada a Lei do Piso Nacional dos Professores como uma política defendida pelo PT e a persistência do diálogo entre Governo e Cpers/Sindicato para avançar mais ainda. “A categoria já conquistou pontos importantes neste governo como os 30% da carga horária – previstos na Lei do Piso – para planejamento coletivos, está realizando Concurso Público, e existe espaço para o diálogo”, salientou Sofia.

Coordenação da Setorial de Educação do PT/RS - 2012

foto denilson silva
Coordenação: Sofia Cavedon (Coordenadora) - Maria de Fátima Baierle - Rita Teresinha Sanco Lima - Adelmar Alberto Carabajal  - Claudio Sommacal -  Antonio Avelange Padilha Bueno - Marina Silva Vitalina Conceição Marques Gonçalves - Denílson da Silva - Helen Martins Cabral Jerusa Fofonka Machado.
Suplentes: Rose Mary de Freitas da Silva - Lucia Barcelos - Amarildo Pedro Cenci - Valter Morigi  - Marsia Maria Sulzbacher - Rosa Maria Pinheiro Mosna - Doloris Teresinha Gassen de Ocampos - Cleci Maria Souza - Margarete Simon Ferreti - Adriano Pires de Almeida.

sexta-feira, 23 de março de 2012

Educadoras Populares - Reunião trata de vagas nas universidades

foto mauricio montesdioca/SCIT-RS  
Abrir vagas para as educadoras populares nas universidades tem sido meta do mandato da vereadora Sofia Cavedon (PT), que juntamente com o deputado estadual Raul Pont (PT), teve mais um encontro importante sobre o tema na manhã desta sexta-feira (23), com o secretário estadual da Ciência, Inovação e Desenvolvimento Tecnológico (SCIT), Cleber Prodanov.

Sofia relata que foi apresentado ao Secretário o documento levado a Pontifícia Universidade do Rio Grande do Sul (PUCRS), construído pela Associação dos Educadores Populares de Porto Alegre (Aeppa) e seu mandato, que aponta a necessidade da retomada da formação acadêmica dos (as) educadores (as) populares que atuam na Educação Infantil, não Escolar, de Porto Alegre. Prodanov garantiu no encontro que irá estudar os possíveis caminhos para dar andamento à proposta. “Uma das possibilidades é a contrapartida social das universidades que investirão em tecnologia”, destaca a vereadora.

Pedagogia na Uergs 
Referente a retomada do curso da Pedagogia com ênfase na Educação Popular da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (Uergs), que contou somente com uma turma em 2003/06, o deputado Raul Pont e a vereadora Sofia solicitaram ao Secretário que o Governo assuma a demanda e a tarefa de discutir a reabertura com a Reitoria da Universidade. Nesse sentido Prodanov irá encaminhar uma solicitação de agenda com a Uergs.

Segundo Sofia o Secretário irá propor que o curso seja inclusive expandido para a região metropolitana de Porto Alegre.

Qualificação para as trabalhadoras 
Outro ponto tratado na Secretaria da Ciência, Inovação e Desenvolvimento Tecnológico, por Sofia e Raul, foi relativo aos cursos de qualificação para as mulheres trabalhadoras, em especial as da construção civil, para que elas possam aproveitar as vagas oferecidas na Capital.

Conforme Sofia na segunda-feira, dia 26, às 09h, no Sesi da Av. Sertório, o secretário Prodanov anunciará o lançamento do Pronatec FIC (Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego – Formação Inicial e Continuada).

Sofia aproveitou para apresentar a demanda das mulheres da região do Humaitá, que querem se qualificar profissionalmente. “A Secretaria, através da coordenação do Programa Pacto Gaúcho pela Educação Profissionalizante, Técnica e Tecnológica, irá se reunir com as lideranças comunitárias da área para aprofundar o debate”, informa a vereadora.

quinta-feira, 22 de março de 2012

Voto aos 16 anos

foto divulgação av 
Apoiando a Campanha pelo voto aos 16 anos, lançada pelo Partido dos Trabalhadores da Capital este mês , a vereadora Sofia Cavedon esteve nesta quinta-feira (22), com o pré-candidado ao governo municipal, deputado Adão Villaverde, distribuindo o panfleto “Vem com a gente, dê o seu primeiro voto”, em frente ao Colégio Julinho.

A campanha, destaca a vereadora, "instiga o jovem a exercer sua cidadania plena".

De acordo com o panfleto, "o jovem é um sujeito social com possibilidade de intervenção crítica. O voto aos 16 é uma conquista da juventude brasileira que acredita na democracia e que acredita na democracia e que percebe a política como meio de transformação do mundo! Não adianta apenas desejar que a realidade ao nosso redor mude, é preciso colocar as mãos na massa para construir um mundo melhor e com mais oportunidades".

Com informações do PT/PoA.

Da alma do Litoral Norte - Sofia Cavedon

Artigo publicado na edição de Quinta-feira - 22 de Março - no Jornal do Comércio.

foto mauro nascimento/rbs tv  
Há dois anos tenho uma casinha na praia de Cidreira. Lugar onde aos poucos vamos imprimindo nosso jeito, onde memórias de descanso, leituras, pescaria, caminhadas, passeios de bicicleta, vento frio, aconchego, grama, flores, afetos vai nos mostrando o privilégio de estar à beira do mar! Do mar do Rio Grande do Sul. Mar chamado agressivo, cor de algas chamada suja, vento forte, chamado Nordestão, praia dos “pelados” e de tantas piadas depreciativas!

Conheci o mar aos 17 anos, outros o conheceram na lua de mel, nas colônias de férias da faculdade, da empresa, do sindicato. Praia era para uma parcela muito pequena da população. Vivemos em tempos mais acessíveis, de mais fácil comunicação e deslocamento, talvez por isso se valoriza menos tão precioso habitat! Ou talvez porque os de maior poder aquisitivo deslocaram-se para praias de areia mais brancas e tépidas, e os que aqui ficaram fecham-se em condomínios com piscinas, segurança, áreas de lazer.

Ao mesmo tempo em que emociona ver meninos e meninas, suas mães, seus avós encharcando-se de mar, de areia, de sol, entristece ver que os gestores de nossas praias ainda não entenderam pelo que são responsáveis! Não entenderam que a preservação ambiental é sua principal riqueza e o que leva as pessoas até lá! Que há um equilíbrio a ser respeitado: o necessário espaço entre o mar e construções, para a boa convivência com as marés, a maresia, as “ressacas”; as dunas, moradia de invisíveis animais e plantas; a vida dos pescadores e sua relação de sobrevivência com o mar; a vida dos moradores locais e suas necessidades para além da época do veraneio.

É impensável que num lugar aonde quem vai se despe, buscando o contato com a natureza, não haja separação de lixo! Pessoas que já o fazem em suas cidades de moradia sofrem ao terem que misturar papéis e latinhas com restos de frutas! Lixo separado que poderia gerar renda – tão necessária aos moradores das praias, cuja economia ativa-se apenas nestes dois meses - e preservar a natureza!

“A única maneira de teres sensações novas é construíres-te uma alma nova”, afirma Fernando Pessoa. As coisas são como as sentimos. É inútil o esforço de querer sentir outras coisas, sem sentir de outra maneira e sentir de outra maneira sem mudar de alma, diz ele. Se sentirmos as praias do Litoral Norte a partir de sua riqueza e não de seus “supostos” defeitos, da alegria das gentes à beira-mar, devolveremos a elas sua verdadeira alma! “Muda de alma. Como? Descobre-tu”, provoca o poeta.

Sofia Cavedon - Vereadora/PT

Cancelado Painel: O Mais Cultura no Mais Educação

COMUNICADO

Prezados amigos, militantes e trabalhadores da cultura e da educação:

A atividade prevista para amanhã, sexta-feira (23), sobre o Mais Cultura e o Mais Educação será transferida para outra data, a ser confirmada e divulgada posteriormente.

Nosso convidado, o secretário-executivo do Ministério da Cultura, Vitor Ortiz, terá que permanecer em Brasília devido a compromissos inadiáveis que requerem a sua presença na capital federal.

Agradecemos a compreensão de todos e todas. Em breve informaremos a nova data do nosso encontro.

Um abraço.

Deputado federal Ronaldo Zulke e vereadora Sofia Cavedon

quarta-feira, 21 de março de 2012

Sofia participou do 1º Seminário de Teatro

foto mario pepo  
Falando sobre “Teatro para escola uma busca para qualidade”, a vereadora Sofia Cavedon (PT) participou na quarta-feira (21) de uma das mesas do 1º Seminário de Teatro 2012, promovido pelo Sindicato do Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversão RS (Sated/RS).

O encontro, no Teatro Glênio Peres da Câmara Municipal de Porto Alegre, teve a mediação da produtora, diretora, atriz e professora de teatro, Vanja Ca Michel e, debatendo o tema com Sofia, Eliane Meleti, pela Secretaria Municipal de Educação da Capital; Airton Oliveira, diretor e produtor de Teatro; e Celso Floriano Stefanoski, diretor titular de Educação, Formação e Cultura do Simpro/RS).

Municipários da Capital lutam pelo IPE-Saúde

foto divulgação simpa
O Governo do Estado do Rio Grande do Sul tem interesse em efetivar o convênio entre a Prefeitura Municipal de Porto Alegre e o IPE-Saúde. A afirmação é do chefe da Casa Civil, Carlos Pestana, em reunião realizada nesta quarta-feira (21), com a vereadora Sofia Cavedon (PT) e direção do Sindicato dos Municipários de Porto Alegre (SIMPA).

Pestana garantiu que será apresentado ao Conselho Administrativo do IPE-Saúde um estudo onde demonstra a viabilidade financeira do convênio e seus benefícios para o Instituto. Conforme Sofia, o Secretário explicou ainda que a resistência à proposta é das representações sindicais que compõem o Conselho, como o Cpers/Sindicato, que não dão acordo para a abertura de inclusão de outros funcionários, que não sejam ligados ao Estado.

A vereadora relata também que o Governo do Estado está investindo no Instituto, tendo aumentado os valores para os médicos cadastrados e credenciado mais de 400 durante o ano que passou.

Os diretores do Simpa, Mário Fernando, Carmen Padilha e Almerindo Cunha, presentes no encontro, salientaram que o convênio com o IPE-Saúde é uma reivindicação dos municipários e já foi aprovado na Câmara Municipal. “O início do processo de adesão dos servidores ao plano de saúde estava previsto para ocorrer em outubro de 2011. O tema é objeto de debate no conselho administrativo do Instituto, gerando o atraso em sua implementação”, destacam.

A diretoria do SIMPA reafirma seu compromisso de continuar lutando pelo convênio com o IPE-Saúde e exige maior agilidade no processo de implementação. Nesse sentido realizará assembleia geral onde o tema será tratado com o conjunto dos municipários. O encontro será dia 11 de abril, às 14h, no Centro de Eventos do Parque Harmonia.

Com informações do Simpa.

terça-feira, 20 de março de 2012

Sofia faz inscrição no PT Municipal

fotos mario pepo  
Com a presença do deputado Raul Pont, presidente do PT Estadual, que prestigiou o ato, Sofia Cavedon fez sua inscrição para concorrer a vereadora nas eleições deste ano.

O ato, formalizado na manhã desta terça-feira (20), na sede municipal do Partido dos Trabalhadores (PT) de Porto Alegre, teve também a participação das mulheres feministas, que expressaram o seu apoio à pré-candidata petista.

segunda-feira, 19 de março de 2012

Terceirizadas da RME - A luta segue

foto aline ribeiro 
A mobilização das terceirizadas da Rede Municipal de Ensino (RME), juntamente com a vereadora Sofia Cavedon (PT), que as acompanha desde 2007 na luta pelos seus direitos trabalhistas, já começou a causar reação. Conforme Sofia, parte da parcela devida pela Cootrario, foi depositada na sexta-feira (16).

Segundo a vereadora uma parte da diferença dos salários, no valor de R$ 80,00, referente aos salários da categoria nos meses de janeiro e fevereiro, conforme o Acordo Coletivo de 2012. “Pelo que nos foi informado, ainda não é toda a diferença”, disse.

Em reunião realizada no Ministério Público do Trabalho, na manhã desta segunda-feira (19/03), a Comissão das Terceirizadas e a Vereadora foram recebidas pelo procurador Ivan Sérgio dos Santos. “No MPT abrimos processo relatando todas as irregularidades que estão sofrendo as trabalhadoras. Nesse sentido solicitamos que nos seja encaminhado, via email ou por escrito, todos os documentos existentes para compor o processo”, ressalta Sofia.

Outro encaminhamento da luta das Terceirizadas da RME é reunir com Sindicato Intermunicipal dos Empregados em Empresas de Asseio e Conservação e Serviços Terceirizados em Asseio e Conservação no RS, a fim de tratar das denúncias.

Algumas das irregularidades cometidas pela Cotrario:
* Atraso de até 5 meses na entrega de contracheques;
* Pagamento das férias o gozo das mesmas;
* Não pagamento estipulado no Acordo Coletivo;
* Falta de pagamento do INSS;
* Não pagamento do reajuste do vale transporte, realizado no ano passado;
* Falta de equipamentos de proteção;
* Não pagamento dos direitos trabalhistas no caso de demissão;
* Desconto de dias de mulheres grávidas;
* Falta do pagamento do abono/filho;
* Salário família pago com atraso e
* Pagamentos parcial de salários.

sábado, 17 de março de 2012

Encontro Estadual da Setorial de Educação do PT

Companheiros e companheiras militantes na área e/ou cadastrados na Setorial, participe e venha contribuir com o debate e aprofundar a democratização da educação para garantir acesso, qualidade e valorização dos trabalhadores.
O encontro é aberto a participação de simpatizantes.
arte mario pepo 

Cultura - Teatro e Espaço IAB

Sofia participará do 1º Seminário de Teatro 2012 
O Sindicato do Artistas e Técnicos em Espetáculos de Diversão RS realiza o 1º Seminário de Teatro 2012, de 20 a 27 de março, das 19h às 21h, em comemoração ao Dia Mundial do Teatro, Teatro para Infância e Juventude, Dia Nacional do Circo e Dia Estadual do Cinema. A programação visa debater os anseios e alertar para as dificuldades da classe artística.

A vereadora Sofia Cavendon será uma das debatedoras na noite do dia 21 de março (quarta-feira), às 19h, no Teatro Glênio Peres da Câmara Municipal de Porto Alegre, que em 2011, através do projeto "Terças InCâmara", quando Sofia exerceu a presidência da Casa, contou com extensa programação cultural da cidade.

Sofia participará da mesa que tratará sobre: “Teatro para escola uma busca para qualidade”, com mediação da produtora, diretora, atriz e professora de teatro, Vanja Ca Michel.

Galeria Espaço IAB - Inscrições Abertas
Estão abertas até 30 de Março, as inscrições para artistas e coletivos interessados em expor suas obras no período de Maio de 2012 a Fevereiro de 2013, na Galeria Espaço IAB, do Instituto de Arquitetos do Brasil - IAB RS.

Para visualizar o edital acesse:
http://galeriaespacoiab.blogspot.com.br/

Cultura e mobilidade urbana na pauta

foto divulgação RZ  
Recursos para a Cultura e mobilidade urbana: transporte coletivo da Capital e Região Metropolitana, foram as temáticas destacas para a realização das ações integradas dos mandatos da vereadora Sofia Cavedon e do deputado federal Ronaldo Zulke (PT). O encontro ocorreu nesta sexta-feira (16), em Porto Alegre.

O cronograma das ações será construído pelas assessorias dos mandatos petistas, juntamente com Sofia e Zulke, e será divulgado na sequência.

Comerciantes exigem urgência nas obras do DEP na Av. Pernambuco

foto sofia cavedon 
Comerciantes situados na Av. Pernambuco chamaram a vereadora Sofia Cavedon (PT) nesta sexta-feira (16), para mostrar a obra de execução da travessia pluvial, realizada pelo Departamento de Esgotos Pluviais (DEP), através da empresa Torok Saneamento e Construções, mais precisamente no cruzamento da Av. Pernambuco com a São Pedro no bairro São Geraldo.

Conforme relataram Silviane Rocha, Daiana Schimoda e Leandro Reginato, a Prefeitura afirmou que até 13 de março (terça-feira) os trabalhos estariam realizados, mas faltando três dias para esse prazo, no dia 10, nenhuma máquina ou funcionários trabalhava na obra.

foto sofia cavedon  
Eles denunciaram ainda que somente 08 funcionários estariam atuando, em uma obra orçada em R$ 2,347 milhões. “Exigimos urgência nos trabalhos, pois estamos sendo afetados diretamente com o descaso da Prefeitura”, destacaram.

As denuncias de poucos funcionários, cronograma atrasado, prejuízos enormes nas vendas serão levadas na segunda-feira (19), pela vereadora Sofia, ao DEP e na terça-feira (20) Tribunal de Contas do Estado, quando Sofia entregará o Dossiê da Obra feito pelos comerciantes.

Crianças pedem retirada de lixão no entorno de Creche

foto angelisa silveira 
Nesta sexta-feira (16) a vereadora Sofia Cavedon (PT), integrante da Comissão de Educação da Câmara Municipal de Porto Alegre, esteve na Creche D. Pedro II, no bairro Humaitá, quando as crianças e direção pediram a imediata limpeza do lixo que se acumula no entorno da instituição.

Conforme Sofia, crianças e dirigentes explicaram o sério problema do lixo, que cresce ao redor da creche, e combinaram ações com o objetivo de construir movimentos visando solucionar a questão. “Com o lixão acumulando, começam também os focos de incêndios, e os dois são uma ameaça para as crianças que convivem no local”.

A vereadora propôs uma ação integrada entre a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Smam) e Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU), para limpeza e plantio na área. “Durante a reunião falamos com o DMLU e a tarde, em reunião com o Secretário da Smam, também apresentamos a proposta”, diz Sofia.

Acúmulo de lixo no Morro Santa Teresa

foto sandra ilibio braz 
A vereadora Sofia Cavedon (PT), juntamente com o presidente da Associação da Vila Gaúcha, Darci Campos dos Santos, vistoriaram nesta quinta-feira (15), o Morro Santa Teresa onde o acúmulo de lixo tomou conta de grande área no local. Empresa terceirizada não entra nos becos.

A vereadora solicitou a urgente intervenção do DMLU, mas até o momento nada foi feito. Segundo Darci Santos, a coleta não é realizada há muitos dias. “O lixo acaba sendo queimado, prejudicando a vegetação do Morro. Já denunciamos, solicitamos providências, e nada acontece”, frisou o presidente da Associação de Moradores.

Na Smam

foto sandra ilibio braz 
Em reunião nesta sexta-feira (16), entre a vereadora Sofia Cavedon, o secretário municipal de Meio Ambiente, Luiz Fernando Zachia, e lideranças do Morro Santa Teresa, além de reportarem a questão do lixo e solicitarem providências, foi firmado o compromisso de diálogo entre o governo e a comunidade, para que as demandas sejam contempladas no novo Belvedere, como sede da Associação e a construção de uma área para esportes.

quinta-feira, 15 de março de 2012

De Olho no transporte coletivo - Atendendo a população onde ela sofre o problema

arte mario pepo 
Em mais uma rodada de vistorias no transporte coletivo da capital, a vereadora Sofia Cavedon (PT) circulou na linha 4943 - Rubem Berta e esteve no Terminal Parobé (Mercado Público) e em várias paradas da Av. Sertório.

Escuridão e a conseqüente falta de segurança, no Terminal e nas paradas, foram os relatos indignados dos usuários que sofrem com o contínuo problema. Além disso, comenta a vereadora, reclamam da demora dos ônibus, formando imensas filas e muitas vezes só conseguem embarcar no terceiro ônibus que chega. “A falta de informações e de fiscais no local, para auxiliar no posicionamento das filas para embarque e os horários das linhas, também foram levantadas pelos passageiros”, enfatiza a vereadora. As demandas referente a escuridão a vereadora solicitou providências junto à SMOV.

foto nani ribeiro  
Na linha 4943 Rubem Berta os usuários falaram a respeito da falta de ar condicionado nos carros e relataram a dificuldade em outras linhas como o Serraria.

Veja algumas das reclamações dos usuários sobre o transporte coletivo de Porto Alegre, que chegam ao gabinete da vereadora através das vistorias, emails e redes sociais:

- Falta de limpeza no Terminal Parobé (muito sujo);

- Falta iluminação no terminal Parobé, usuários reclamam que há 03 dias estão as escuras no Terminal.

foto nani ribeiro  
- Diversas reclamações quanto a falta de cumprimento de horários, principalmente em relação as linhas 761.2 e 761.3 D, Diretão;

- Banheiros mal cheirosos (no Terminal), odor é insuportável em determinado ponto do terminal.

- Usuária relata que na Av. Baltazar de Oliveira Garcia falta proteção acrílica nas paradas.

- Na Av. Sertório próximo ao nº 9.200, falta iluminação ao longo do trecho e é constante o número de assaltos.

- Que tal dar uma olhada na linha do Mario Quintana, o primeiro ônibus é às 6h30min depois as 6h50min. Uma loucura o povo por cima do outro, pois é o único ônibus desta região que vai para a Azenha.

- Seria bom se a EPTC realmente desse ouvidos aos telefonemas de reclamação. Linha 255, 266 não cumpre o horário publicado na internet. Intervalos enormes = prejuízo do cidadão.

foto nani ribeiro  
- "Aos indignados do transporte público de Porto Alegre!!! - Pessoas que valorizam o transporte público, dependem ou não dependem da Linha T7 e que querem dar um basta no desrespeito diário que recebem os(as) usuários(as) de ônibus da cidade de Porto Alegre, dentre eles(as) EU!!! Quem estava no T7 logo após às 18h de qualquer dia da semana passada, em especial dias 07 e 08 de Março, no trajeto Borges de Medeiros - Oswaldo Aranha - Protásio Alves, sabe do que estou falando. É desumano o tempo que se espera para conseguir embarcar, e, quando finalmente ELE aparece, entrar passa a ser o desafio; depois, manter-se, ou melhor, mexer-se, respirar é o segundo desafio; e depois, DESCER. Incrível, até queremos continuar lá dentro, nasce esse profundo desejo, mesmo que imóveis, amassados, quase sem respirar, pois, sair dali passa a ser o terceiro e o pior desafio.

foto jonathan heckler/cmpa 
- Nunca vi os agentes da EPTC fiscalizar as empresas de transporte. O T8, por exemplo, entre às 07:00 e às 08:00 em direção à Farrapos está todo irregular. No horário disponível no site da EPTC diz que a entre 4 e 8 min sai um carro, mas as vezes esperamos quase 20 min. Estão sempre superlotados. Nunca vi a EPTC no corredor verificando os intervalos entre ônibus, nem a quantidade de gente dentro. Se um ônibus desse bater, imagina o que não vai ser com aquela gente toda espremida naturalmente. Eu entre eles.

- Aproveitando a notícia, parabenizo a Vereadora Sofia Cavedon pela iniciativa e lembro que a Linha Belém Novo Hipica - 273 também com saída da Uruguai, além de linhas com horários de intervalos longos tem um percurso de 1hora e 30 minutos até seu destino Final tendo horários de extrema lotação, sem contar que nos finais de semana os horários são precários de 2 em 2 horas.

Obs.: Optamos por não divulgar os nomes dos usuários para a proteção dos mesmos.