domingo, 31 de agosto de 2008

Escolas Especiais na pauta da Cece desta terça

A falta de Guarda Municipal nas Escolas Especiais e a adequação do Cartão Tri para acompanhantes de alunos especiais, serão pauta da próxima reunião da Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Juventude da Câmara Municipal de Porto Alegre (Cece), que acontece nesta terça-feira (02/08).

O encontro será às 9h30min, no plenário Otávio Rocha da Casa Legislativa (Av. Loureiro da Silva, 255) e tem como convidados as secretarias municipais de Educação (Smed), de Direitos Humanos e Segurança Urbana (Smdhsu), Empresa Pública de Transportes e Circulação (EPTC) e Escolas Especiais.

A audiência é aberta a todos os interessados e será coordenada pela presidenta da Cece, vereadora Sofia Cavedon.

EMEI Vila Tronco continua sem solução

Em mais uma reunião entre a Secretaria Municipal de Educação (Smed), direção da EMEI Vila Tronco, pais e alunos, intermediada pela Comissão de Educação da Câmara Municipal de Porto Alegre (Cece), o Governo Municipal não apresenta solução para a reconstrução da escola.

Sofia, presidenta da Comissão de Educação, informa que nesta segunda-feira (01/09) a Cece irá solicitar uma audiência com a secretária de Educação, em caráter de urgência, para tratar da compra de todo o terreno.

Além disso, destaca Sofia, foi dada a Smed mais uma semana para apresentar propostas concretas sobre o tema. A próxima reunião ficou marcada para sexta-feira (05/09), às 16h30min, na sede da EMEI vila Tronco – Rua Idelfonso Pinto, 244 – Vila Cruzeiro.

Saiba mais...

Mais um protesto por atendimento nos Postos de Saúde da Capital

Mais um abraço em protesto à falta de atendimento em Postos de Saúde da Capital se realizará na próxima segunda-feira (01 de setembro).

Desta vez é a comunidade da Vila Nova Santa Rosa (Zona Norte da Cidade) que irá abraçar a Unidade de Saúde Ramos, localizada na Rua K (em frente a Escola Municipal Ildo Meneghetti). A manifestação será às 9h.

A ato contará com a participação dos funcionários, que farão um desagravo a falta de segurança e de profissionais.

Cidade Baixa luta contra espigão

Os moradores da Cidade Baixa estão realizando uma série de ações para barrar a construção do espigão da Lima e Silva em frente ao Centro Comercial Olaria.

Para Sofia a construção de um prédio de 19 andares no local é um absurdo. “É um paredão tapando a vista dos moradores”, criticou. Além disto, ela denunciou a conduta da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam) que liberou a poda de árvores nativas na área.

Saiba mais...

quinta-feira, 28 de agosto de 2008

Inclusão Escolar: Segundo encontro debate a educação infantil e de jovens e adultos

Especialistas em educação participaram nesta quarta-feira (27/8) do segundo encontro do ciclo de debates "Inclusão escolar: práticas e teorias. Os temas tratados foram educação infantil e educação de jovens e adultos.

O evento é uma promoção do Fórum pela Inclusão Escolar, Associação dos Trabalhadores em Educação do Município de Porto Alegre (Atempa) e Comissão de Educação (Cece) da Câmara Municipal de Porto Alegre. Os debates foram dirigidos por Sofia, presidenta da Comissão de Educação.

Outros três encontros serão realizados este ano (17 de setembro, 22 de outubro e 12 de novembro).

Saiba mais...

quarta-feira, 27 de agosto de 2008

Solidariedade aos Professores do Brasil

Sofia protocolou hoje na Câmara Municipal de Porto Alegre, Moção de Solidariedade aos Professores do Brasil que tiverem seu trabalho superficializado em matéria preconceituosa da Revista Veja, publicada na edição número 2074, de 20 de agosto de 2008.

Leia a opinião da Vereadora: Seriedade com a educação seria ótimo

Matéria publicada em revista nacional sobre a educação no Brasil chega à conclusão que o sistema é medíocre. Seria possível concordar se o principal motivo detectado pela mesma não fosse a dita “ideologização” da educação.

Todos sabemos que o problema da educação brasileira tem causas muito mais complexas - que passaram ao largo da análise da revista - que vão das péssimas condições de trabalho ao percentual do PIB investido em educação que, no patamar de 4% em que se encontra, fica muito aquém do necessário para a garantia de qualidade e de vagas suficientes para a educação básica. Sabemos que a maioria das escolas com bibliotecas fechadas ou defasadas; sem orientadores e supervisores para organizar o debate do projeto pedagógico da escola e a construção de diálogo com os pais e as outras políticas públicas; sem a formação continuada que permite o planejamento e reflexão da prática - acabam por refletir no seu trabalho o empobrecimento da comunidade no seu entorno.

Mas a revista vai além: sustenta sua tese tratando de forma caricata as aulas supostamente assistidas de professores sérios, aplicados, muito respeitados por seus alunos e colegas como o professor Paulo Fioravanti do Colégio Anchieta. Resumir em poucas frases aulas de quase uma hora, distorcendo intenções e afirmativas, não é sério nem com os educadores, nem com as escolas implicadas.

Na mesma matéria, a revista contrapõe textos de livros didáticos com idéias claramente posicionadas ideologicamente, evidenciando que sua discordância é mesmo com o jeito como os conteúdos começam a serem tratados na escola: as diferentes versões da história passam a ser discutidas, as verdades são contestáveis, o conhecimento é tomado como provisório, datado e contextualizado. Tudo resultado da luta por democracia, liberdade e autonomia da escola. E única saída para um país que precisa superar seus graves problemas sociais com uma educação criativa, transformadora, problematizadora.

Talvez seja por isso que Paulo Freire foi tão desrespeitado pela mesma matéria. Reconhecido no mundo inteiro, incomodou os ditadores da época e pelo jeito ainda incomoda, com sua produção teórica e prática humanizadoras que inspiram a grande mudança educacional em curso no País.

Sofia Cavedon – Vereadora e Presidente da Comissão de Educação da Câmara Municipal de Porto Alegre

terça-feira, 26 de agosto de 2008

Sinpro preocupado com possível venda da Uniritter

Representantes da direção do Sindicato dos Professores do Ensino Privado do RS (Sinpro/RS) procuraram a vereadora Sofia, presidenta da Comissão de Educação da Câmara, quando esboçaram a preocupação sobre a possível venda do Centro Universitário Ritter dos Reis (Uniritter) para o grupo paulista Anhanguera Educacional Participações. O encontro aconteceu na manhã desta terça-feira, na Câmara de Vereadores.

Sofia encaminhará esta semana, para votação na Câmara, Moção de Repúdio à comercialização do Ensino Superior, neste momento substanciada na provável venda da Uniritter ao grupo Anhanguera. Ao ser aprovada a Moção será encaminhada ao Conselho Estadual de Educação, ao Ministério da Educação (Mec) e ao reitor do Centro Universitário Ritter dos Reis (Uniritter), Flávio Reis.

Também será encaminhada pela vereadora Moção de Solidariedade aos professores e alunos que lutam pela manutenção da qualidade da Educação oferecida até então pela Universidade, hoje referência nacionalo no curso de Arquitetura.

Saiba mais acessando aqui a matéria publicada hoje no jornal Correio do Povo, Editoria Ensino.

Cece discute ações para permanência de alunos nas escolas do Centro

Ações articuladas e trabalho em rede, que podem facilitar o acesso e a permanência de crianças e adolescentes em escolas da região Centro, foram tema de reunião da Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Juventude (Cece) da Câmara Municipal de Porto Alegre, na manhã desta terça-feira (26/8).

No Centro, conforme a conselheira tutelar da Micro 8, Vládia Paz, são 67 escolas, entre estaduais, municipais e federais. “Ainda não conseguimos unificar os olhares e trabalhar em rede, visando proteger a criança”, observou.

Sofia, presidenta da Cece, observou que dia 14 de outubro, a Comissão fará reunião sobre os temas levantados pelo Estatuto da Criança e do Adolescente (Eca) em documento composto de 18 itens, entregue à Câmara em julho, quando o Eca completou 18 anos. “Será uma prestação de contas do Executivo municipal e das secretarias”.

Saiba mais...

segunda-feira, 25 de agosto de 2008

Projeto Inventário do Patrimônio Cultural de Bens Imóveis será votado nesta quarta-feira

Importante projeto que trata sobre o Inventário do Patrimônio Cultural de Bens Imóveis do Município será votado nesta quarta-feira (27/08), na Sessão Plenária da Câmara de Vereadores de Porto Alegre.

Para Sofia, autora da proposta junto com a vereadora Margarete, o inventário trata-se de um instrumento importante, utilizado em Porto Alegre desde 79, mas até o momento está sem regulamentação. Sofia lembra que com a regulamentação a Câmara Municipal fará com que mais uma vez Porto Alegre seja vanguarda na preservação do patrimônio cultural, pois será a primeira capital a legislar sobre a matéria.

Saiba mais...

terça-feira, 19 de agosto de 2008

Ensino Médio é debatido na Cece

A Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Juventude (Cece) da Câmara Municipal de Porto Alegre se reuniu, na manhã desta terça-feira (19/8), para discutir as barreiras que jovens encontram para ter acesso e permanência ao Ensino Médio.

A garantia ao Ensino Médio é parte dos direitos à educação e está entre os deveres do Estado, com assistência técnica e financeira do Governo Federal”, analisou Nalú Farenzena, professora da faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e integrante do Núcleo de Estudos de Política e Gestão da Educação da UFRGS. Conforme Nalú, apesar do aumento das matrículas no Ensino Médio no Brasil nos anos 90, causado pelo ingresso da população mais pobre nas escolas, recentemente houve um decréscimo nesses números. “Em 2007, foram 28 mil matrículas a menos do que em 2001”, disse.

Sofia, Presidente da Cece, lembrou das visitas feitas pelas Cece em escolas estaduais durante o primeiro semestre de 2008, e criticou a medida de enturmação adotada pelo governo do Estado, que visa a readequação dos alunos em sala de aula através da fusão de turmas. “As escolas têm recursos humanos e infra-estrutura precários. Não há políticas públicas que se responsabilizem por pensar o Ensino Médio”, considerou.

Saiba mais...

segunda-feira, 18 de agosto de 2008

Cece e Cedecondh avaliam piso salarial de professores

Para discutir o piso salarial nacional dos professores e a aplicação deste pelo Estado do Rio Grande do Sul, vereadores das comissões de Educação, Cultura, Esporte e Juventude (Cece) e de Defesa do Consumidor, Direitos Humanos e Segurança Urbana (Cedecondh) da Câmara Municipal de Porto Alegre se reuniram, na manhã de terça-feira (12/8), com profissionais do magistério público. O encontro foi no Plenário Ana Terra da Câmara.

Sofia, presidente da Cece, analisou ainda a situação das escolas estaduais, visitadas pela comissão no primeiro semestre de 2008. “A enturmação, o fechamento de bibliotecas e laboratórios, a falta de supervisores: é vergonhoso o estado dessas escolas. É hora de mobilização”.

Saiba mais...

EMEI Vila Tronco pede solução

A Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Juventude (Cece) da Câmara Municipal de Porto Alegre tratou na última terça-feira (12/8) sobre a reconstrução da Escola Municipal de Ensino Infantil (EMEI) Vila Tronco. Segundo a diretora, Rosi Reis, a instituição, que atendia 102 crianças, teve que reduzir seus alunos para cerca de 50. “Estamos em uma casa alugada, que era pra ser uma situação provisória, há quatro anos”, lamentou.

Saiba mais...

terça-feira, 12 de agosto de 2008

Cooperativadas - Sofia denuncia exploração de mão-de-obra

Sofia denunciou ontem (11/08) no grande expediente da Câmara Municipal, as más condições de trabalho impingidas aos trabalhadores da Cooperativa Meta, que presta serviços de limpeza e de cozinha para as escolas de Porto Alegre. Segundo a vereadora, a Meta paga um pró-labore parcelado sempre abaixo do salário mínimo e não oferece equipamentos de proteção, vale-transporte, vale-refeição e previsão de 13º salário, entre outras irregularidades. "Trata-se de um caso de exploração de mão-de-obra escrava. Quando as trabalhadoras se machucam e ficam sem trabalhar, não recebem pagamento”, disse.

Sofia protocolou na última sexta-feira (08), projeto que estabelece critérios mínimos para a contratação de serviços terceirizados.

Saiba mais...

quarta-feira, 6 de agosto de 2008

Sociedade Odomodê terá nova sede próxima à atual

O Odomodê só será removido de sua sede quando a nova já estiver pronta”, garantiu o diretor-geral do Departamento Municipal de Habitação Demhab, durante reunião da Comissão Educação, Cultura, Esporte e Juventude (Cece) da Câmara Municipal de Porto Alegre, realizada nesta terça-feira (5/8). A Sociedade de Ação Social, Recreativa, Beneficente e Cultural e Bloco Afro Odomodê solicitou o encontro para discutir proposta de mudança de sede feita pela Prefeitura.

O Odomodê atende, em média, 1.000 pessoas por semana, e existe há 34 anos, dos quais 24 na Av. Ipiranga, n° 3.850. Este local servirá, conforme explicou Moussale, como entrada de um conjunto habitacional que será construído atrás do Odomodê, para a Comunidade dos Anjos, do bairro Jardim Botânico. A direção da Associação Integração dos Anjos, observou que a demanda da comunidade está no Orçamento Participativo desde 2003.

Conforme sugestão de Sofia, presidente da Cece, será marcado para a próxima semana um encontro entre os envolvidos para estabelecer prazos. Até o final do mês, a Cece se reunirá novamente para apresentar os calendários.

Saiba mais...

segunda-feira, 4 de agosto de 2008

Comissão de Educação da Câmara volta às atividades

A Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Juventude (Cece) da Câmara Municipal de Porto Alegre retoma suas atividades a partir de amanhã (05), após o período de recesso parlamentar da Casa Legislativa.

Com uma agenda extensa, a Cece, presidida por Sofia, abordará na pauta de agosto os seguintes temas:

05 de Agosto - Afro-ODOMODE - Mudança da sede da Sociedade proposto pelo Demhab.
12 de Agosto
1ª Pauta - 9h30min - Reconstrução da EMEI Vila Tronco
2ª Pauta - 10h30min - Aplicação do Piso Nacional para Professor pelo Estado.
19 de Agosto - Em debate as barreiras para o acesso ao Ensino Médio. Com a participação de Nálu Farenzena, professora da Faculdade de Educação da Ufrgs.
26 de Agosto - Ação em Rede para o Sucesso do Aluno na Escola – Região Centro (Micro 8)

Na Quarta-feira dia 27, Ciclo de Debates Inclusão Escolar: Práticas e Teorias - Desafios do Processo de Inclusão Escolar: educação Infantil e Educação de Jovens e Adultos. Às 19h, no plenário Otávio Rocha da Câmara.

As reuniões da Comissão de Educação da CMPA se realizam todas terças-feiras, sempre às 9h30min, no Plenário Ana Terra, da Câmara de Vereadores - Av. Loureiro da Silva, 255.

Demandas e/ou sugestões enviar para: cece@camarapoa.rs.gov.br, ou pelos fones (51) 3220.4263 / 3220.4342.

Em julho a Comissão de Educação, Cultura, Esporte e Juventude (Cece) esteve em recesso parlamentar.